Pandemia do novo coronavírus

Variante Delta: Brasil já confirma 97 casos; transmissão é maior inclusive entre já vacinados


Variante Delta surgiu na Índia e é mais transmissível; vacinas impedem forma grave em quem já foi vacinado, mas não evita que vacinado transmita o vírus para outras pessoas

Gabriel dos Santos Araujo Dias
Gabriel dos Santos Araujo Dias
Publicado em 19/07/2021 às 11:41
Gabriel Dias/Rádio Jornal
FOTO: Gabriel Dias/Rádio Jornal
Leitura:

O Ministério da Saúde já registrou 97 casos confirmados de pacientes com covid-19, infectados pela variante Delta. Identificada pela primeira vez na Índia, essa é considerada a cepa com maior transmissibilidade do novo coronavírus. No Paraná e no Maranhão, já foram confirmadas mortes. Em Pernambuco, há suspeita de que um homem tenha morrido, após contrair a variante.

“A pasta esclarece que os casos e seus contatos são monitorados pelas equipes de Vigilância Epidemiológica e Centro de Informações Estratégicas em Vigilância e Saúde (CIEVS) locais, conforme orientação do Guia Epidemiológico da covid-19”, afirmou o Ministério da Saúde, em nota, de acordo com o jornal O Estado de São Paulo.

Por enquanto, o Estado do Rio de Janeiro é o que mais identificou casos da variante - 74, até o momento, em 12 cidades diferentes. “Variante Delta realmente está se instalando no Rio. Recebemos a confirmação de mais 15 resultados positivos do laboratório da UFRJ e um do (laboratório particular) DASA. Com mais sete que tínhamos da Fiocruz, ao todo 23 casos confirmados ”, disse o secretário municipal de Saúde do Rio, Daniel Soranz, no Twitter.

Estimativas de cientistas afirmam que a variante Delta é 50% mais transmissível que a variante Alfa, identificada primeiro no Reino Unido. A Organização Mundial da Saúde (OMS) já anunciou que a Delta é uma variante de preocupação global. Os cientistas ainda não confirmam se a Delta é mais letal, mas, como ela é mais transmissível, os casos de morte também podem subir.

O governo de Pernambuco confirmou no domingo (18) que um filipino, tripulante de uma embarcação atracada no porto do Recife morreu de covid-19. Acredita-se que ele estava infectado com a variante Delta, uma vez que dois de oito tripulantes já testaram positivo para a Delta.

Maior transmissão, inclusive em pessoas já vacinadas

De acordo com o geneticista Renan Pedra, professor de genética da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), a variante Delta é mais transmissível, inclusive, entre as pessoas que já foram vacinadas contra a covid-19. Os imunizantes disponíveis no mercado, atualmente, impedem a forma grave da doença, mas não evitam 100% que as pessoas possam ter a forma leve da doença nem de transmitir o vírus, inclusive para pessoas que ainda não foram vacinadas e que podem ter a forma mais grave da covid-19.

“Vamos pegar como exemplo a Inglaterra, que já estava com a cobertura vacinal bem grande, mas viu que mesmo assim as pessoas estão se infectando. As vacinas continuam protegendo contra os casos graves, mas parece que a variante Delta aumenta a chance de que a infecção seja bem sucedida”, explicou Pedra, ao portal R7.

Por esses motivos, os médicos seguem pedindo que a população cumpra medidas sanitárias, usando máscaras, evitando aglomerações, locais fechados, limpando as mãos e mantendo o distanciamento social.


Mais Lidas