tensão

O que está acontecendo no Afeganistão? O que é o Talibã? Entenda a situação do país


O grupo extremista Talibã tomou o Afeganistão e inúmeras pessoas tentam fugir com medo

Com informações da AFP
Com informações da AFP
Publicado em 16/08/2021 às 15:42
Reprodução
FOTO: Reprodução
Leitura:

Após terem tomado o controle de 31 das 34 capitais das províncias, o Talibã invadiu Cabul, a capital do Afeganistão, e ocasionou medo da população pela volta dos tempos mais sombrios da história do país. O grupo liderou o país de 1996 a 2001, sob extrema ditadura religiosa, com base na interpretação da Sharia (lei muçulmana). De acordo com a AFP, confira abaixo algumas perguntas e respostas para entender a situação atual do Afeganistão:

A única saída, por enquanto, é o aeroporto de Cabul, pois os talibãs ainda não controlam. Segundo as agências de notícia, as forças americanas na tentativa de acalmar os cidadãos atiraram para o alto, mas aumentou o tumulto.

Cinco pessoas morreram no caos no aeroporto de Cabul nesta segunda-feira (16), segundo testemunhas. Uma autoridade dos EUA revelou à agência de notícias Reuters que dois homens armados foram mortos pelas forças dos EUA nas últimas 24 horas.

Qual é a estratégia do Talibã?

O Talibã busca a ressurreição completa do emirado islâmico, que governou o Afeganistão entre 1996 e 2001, seja por meio do diálogo, da força, ou com uma combinação dos dois, além de vários ataques com diversos alvos em todo. O primeiro ato foi negociar a saída de tropas americanas e estrangeiras do Afeganistão, através de acordo com os Estados Unidos, após mais de 20 anos de guerra.

> Vídeo: Pessoas caem de avião ao tentar fugir do Afeganistão com chegada do Talibã

Eles também prometeram não atacar alvos americanos durante a retirada. O governo dos Estados Unidos também exigiu a liberdade de milhares de prisioneiros talibãs, sendo que a maioria deles voltou às fileiras insurgentes.

'Fuga' do presidente do Afeganistão

O presidente do Afeganistão, Ashraf Ghani, justificou a decisão de deixar o país. após o Taleban chegar à capital Cabul. Em publicação no Facebook, ele afirmou que quis evitar um "banho de sangue", pois os extremistas pretendem atacar a população local e, se o governo decidisse continuar lutando, o resultado seria um "desastre humano".

> Após presidente do Afeganistão ir embora, nações pedem segurança de quem quer deixar o país

"É necessário que Taleban garanta a segurança de todas as pessoas, nações, diferentes setores, irmãs e mulheres do Afeganistão para ganhar a legitimidade e o coração das pessoas", ressaltou. A fuga de Ashraf Ghani aconteceu no domingo (15), quando o Talibã chegou na capital do Afeganistão.

O que aconteceu com o Exército afegão?

De acordo com a AFP, a corrupção e a ausência da saída dos Estados Unidos tiveram um papel na queda do Exército do Afeganistão. Durante anos, os EUA detalhou um grande número de casos de corrupção nas Forças Armadas afegãs, que nunca tiveram liderança efetiva e importante, pois dependiam do poder aéreo americano, da logística aos ataques e também da manutenção das aeronaves.

> Após ofensiva do Talibã, vídeos mostram corrida desesperada ao aeroporto de Cabul

Em relação a possível corrupção, a situação era a seguinte: os comandantes ficavam com o dinheiro reservado para as tropas. Além disso, eles vendiam armas no mercado paralelo e mentiam sobre o número de soldados nas fileiras. Os soldados eram liderados por civis no palácio presidencial com pouca experiência militar.


Mais Lidas