POLÍTICA

Marcelo Queiroga pediu demissão do cargo de ministro da Saúde, diz site O Bastidor


Caso a informação se confirme, será o quarto ministro da Saúde a deixar o cargo no Governo Bolsonaro

Atualizada às 18h56
Atualizada às 18h56
Publicado em 02/09/2021 às 17:30
Agência Brasil
FOTO: Agência Brasil
Leitura:

O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, comunicou ao presidente Jair Bolsonaro que deixará a pasta, segundo afirma o site O Bastidor, do jornalista Diego Escosteguy. Segundo o portal, Queiroga deve permanecer na pasta até que o presidente encontre um substituto. A informação foi revelada na tarde desta quinta-feira (2).

Ainda de acordo com o site, o presidente Jair Bolsonaro tentou convencer o ministro a se manter no cargo, mas não obteve sucesso. Queiroga disse que o Ministério da Saúde está profundamente dividido em meio à crise e que não consegue impor sua autoridade.

Segundo o site O Bastidor, ainda não há data certa para a saída do ministro da Saúde, mas Bolsonaro, além de ainda estar em busca de um substituto, quer resolver a situação apenas após os atos do 7 de setembro, quando estão sendo organizados diversas mobilizações a favor do presidente.

Quarto ministro do Governo Bolsonaro

Marcelo Queiroga é o quarto ministro da Saúde do Governo Bolsonaro, antes dele, passaram pela pasta Eduardo Pazuello (junho de 2020 até março de 2021), Nelson Teich (abril de 2020 até maio de 2020) e Henrique Mandetta (janeiro de 2019 até abril de 2020).

Ministro nega

Poucas horas após a informação circular, Marcelo Queiroga negou a informação. “Não pedi, nem vou pedir demissão”, disse o ministro da Saúde durante coletiva de imprensa, nesta quinta-feira (2).


Mais Lidas