POLÍTICA

Quem é o senador Fabiano Contarato? Parlamentar discursou na CPI da Covid após frase homofóbica de Otávio Fankhoury

Fabiano Contarato (Rede) é senador pelo estado do Espírito Santo

Ísis Lima
Ísis Lima
Publicado em 30/09/2021 às 13:45
Roque de Sá/Agência Senado
FOTO: Roque de Sá/Agência Senado
Leitura:

O senador Fabiano Contarato (Rede-ES) fez um discurso emocionado na abertura da sessão da CPI da Covid, nesta quinta-feira (30), contra uma frase homofóbica publicada em uma rede social pelo empresário bolsonarista Otávio Fankhoury, que depõe nesta quinta na CPI.

Nitidamente abalado com a situação, Fabiano Contarato levou aos colegas uma postagem em que o empresário Otávio Fakhoury ironizou um erro de ortografia cometido pelo senador em uma postagem no Twitter. A postagem do parlamentar era um comentário sobre o depoimento do ex-secretário de Comunicação da Presidência, Fabio Wajngarten, um dos primeiros a ser ouvidos na CPI. Ele escreveu que Wajngarten deveria ser preso e que, no depoimento, se configurou "estado fragancial (sic)".

>> Após comentário homofóbico de conselheiro do Sport, Gil do Vigor desabafa: 'machuca muito'

>> A morte assombra a gente o tempo todo, diz primeira deputada travesti de Pernambuco, Robeyoncé Lima

Na semana passada, após ter o depoimento marcado pela CPI, Fakhoury fez uma postagem de cunho homofóbico para ironizar o parlamentar. "O delegado [Contarato], homossexual assumido, talvez estivesse pensando no perfume de alguma pessoa ali daquele plenário... Quem seria o 'perfumado' que lhe cativou?", disse o empresário bolsonarista.

Defesa

Em seu discurso, ele destacou que a família do empresário não é melhor do que a sua. "O senhor não é um adolescente. O senhor é casado, tem filhos. A sua família não é melhor que a minha (...) Eu aprendi que a orientação sexual não define caráter, a cor da pele não define o caráter, poder aquisitivo não define caráter", afirmou.

Com a voz embargada, o senador completou. "Eu sonho com o dia em que eu não vou ser julgado por minha orientação sexual. Sonho com o dia que meus filhos não serão julgados por ser negros", disse.

Contarato pediu que a polícia legislativa investigue Fakhoury por homofobia.

Fakhoury pediu desculpas e disse que não teve a intenção de ofender, e reconheceu que sua postagem foi infeliz.

Contarato recebeu o apoio de colegas e fez o desabafo da cadeira da presidência cedida temporariamente pelo presidente da CPI da Pandemia, Omar Aziz (PSD-AM). Em apoio a Contarato, Marcos Do Val (Podemos-ES) disse a Fakhoury: "Eu tenho vergonha de ter pessoas como você como brasileiro", disse.

Fonte: Agência Senado

Veja o vídeo:

 

Quem é o senador Fabiano Contarato?

O senador Fabiano Contarato tem 55 anos, é casado com um homem e tem dois filhos. Professor de direito e delegado da Polícia Civil, ele filiado ao partido Rede Sustentabilidade (REDE) e senador da República pelo Espírito Santo desde fevereiro de 2019. Seu mandato vai até 2027.

Ele é considerado o primeiro homossexual assumido a ser eleito para o Senado. Fabiano é casado com o fisioterapeuta Rodrigo Groberio, com quem tem dois filhos Gabriel e Mariana.

Mais Lidas