FEMINICÍDIO

Policial militar mata companheira a tiros e tenta se matar após crime, em Petrolina


Segundo vizinhos, suspeito brigou com a companheira antes de atirar contra ela

Ísis Lima
Ísis Lima
Publicado em 10/11/2021 às 13:51
Cortesia
FOTO: Cortesia
Leitura:

A Polícia Civil investiga mais um caso de feminicídio em Pernambuco. Na manhã desta quarta-feira (10), um policial militar matou a companheira a tiros e depois tentou se matar após cometer o crime. O caso aconteceu na residência do casal no bairro do Padre Cícero, em Petrolina, no Sertão pernambucano.

A vítima foi identificada como Elba Freire, de 35 anos. Ela era enfermeira e trabalhava no Hospital Geral de Urgência em Petrolina (HGU) e no Hospital Municipal de Lagoa Grande.

O policial militar no estado do Pará foi identificado apenas como Jairo, e estava afastado das funções. De acordo com a Polícia Civil, ele foi socorrido para o Hospital Universitário. Não há informações sobre o estado de saúde dele.

O caso está sendo investigado pela 25ª Delegacia de Polícia de Homicídios de Petrolina, coordenada pelo delegado Magno Souza das Neves.

Veja a nota da Polícia Civil

"A Polícia Civil de Pernambuco, por meio da 25a Delegacia de Polícia de Homicídios - Petrolina - coordenada pelo delegado Magno Souza das Neves, está investigando o homicídio de uma mulher, de 35, que foi atingida por disparos de arma de fogo na manhã desta quarta-feira (10), em sua residência no bairro do Padre Cícero, em Petrolina.

O companheiro da vítima efetuou os disparos em face desta e depois tentou se matar. A mulher foi socorrida mas veio a óbito. O imputado encontra-se hospitalizado. A PCPE está tomando todas as providências cabíveis para apuração dos fatos."

Vizinhos ouviram gritos

De acordo com vizinhos, o crime foi cometido após uma discussão entre o casal. Eles ouviram gritos e cerca de dez tiros.


Mais Lidas