Fim da guerra?

GUERRA NA UCRÂNIA: negociador diz que Rússia aceitou 'oralmente' propostas para encerrar guerra

Principais propostas para dar fim a guerra, que já dura mais de 40 dias, teriam sido aceitas 'oralmente' pela Rússia, segundo negociador ucraniano

Humberto Cassimiro
Humberto Cassimiro
Publicado em 02/04/2022 às 19:33
Notícia
RONALDO SCHEMIDT / AFP
Conflito entre Rússia e Ucrânia já dura mais de 40 dias - FOTO: RONALDO SCHEMIDT / AFP
Leitura:

No mesmo dia em que os ucranianos retomaram o controle da capital Kiev, mais uma notícia parece dar corpo à possibilidade da guerra entre Ucrânia e Rússia terminarem.

Principal negociador da Ucrânia nas negociações de paz com o Kremlin, David Arakhamia, disse neste sábado (2) que a Rússia aceitou "oralmente" algumas das principais propostas para dar fim a guerra, que já dura mais de 40 dias.

.

Kiev aguarda, agora, uma confirmação por escrito da aceitação por parte de Moscou das propostas ucranianas. Arakhamia deu a entender, em um programa de televisão, que as negociações avançaram consideravelmente e que o fim da guerra pode estar próximo.

"A Federação Russa deu uma resposta oficial a todas as posições, que é que eles aceitam a posição [ucraniana], exceto na questão da Crimeia", anexada pela Rússia em 2014, disse o negociador.

Moscou impõe condições

Arakhamia destacou que a Rússia havia concordado nas negociações que um referendo sobre a neutralidade da Ucrânia seria "a única saída para essa situação".

Se os ucranianos não aceitarem esse status, "voltaremos a um estado de guerra, talvez, ou a novas negociações".

Moscou insiste que a Ucrânia não deve aderir à Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan) e deve decidir pela neutralidade quanto à entrada na aliança.

Com informações da AFP

Comentários

Mais Lidas