ELEIÇÕES 2022

CANDIDATO A PRESIDENTE 2022: Lula diz que Bolsonaro é responsável por metade das mortes por covid-19 no Brasil

Declaração do ex-presidente foi dada durante entrevista coletiva a youtubers nesta terça-feira (26)

Marcelo Aprígio
Marcelo Aprígio
Publicado em 26/04/2022 às 12:29 | Atualizado em 26/04/2022 às 12:30
Notícia
JULIEN DE ROSA / AFP
Líder nas pesquisas de intenção de voto e pré-candidato à Presidência pelo PT, Lula afirmou que Bolsonaro comete uma série de desrespeitos - FOTO: JULIEN DE ROSA / AFP
Leitura:

O ex-presidente Lula (PT) criticou, na manhã desta terça-feira (26), a condução do presidente Jair Bolsonaro (PL) durante a pandemia de covid-19 no Brasil.

Na avaliação do petista, o atual mandatário teria responsabilidade em, ao menos, metade da mortes causadas pelo coronavírus no país.

.

Declaração do ex-presidente foi dada durante entrevista coletiva a youtubers nesta terça-feira (26).

"Eu considero ele responsável, pelo menos, por metade das pessoas que morreram neste país [por causa da covid-19]. Pelo descaso com que ele tratou a saúde", disparou Lula.

Líder nas pesquisas de intenção de voto e pré-candidato à Presidência pelo PT, Lula afirmou que Bolsonaro comete uma série de desrespeitos.

"Ele vive de desrespeitar as instituições, desrespeitar as autoridades, desrespeitar a relação internacional, desrespeitar a lógica da ciência, no caso das vacinas e da covid", pontuou.

PESQUISA PARA PRESIDENTE 2022

Lula e Bolsonaro têm protagonizado uma disputa polarizada pela Presidência da República.

Segundo a última pesquisa para presidente 2022, realizada pela FSB/BTG, o petista tem, neste momento, nove pontos de vantagem sobre o ex-capitão e atual presidente, segundo pesquisa FSB/BTG divulgada nesta segunda-feira (25).

Lula aparece com 41% das intenções de voto, enquanto o Bolsonaro tem 32%. A distância entre ambos era maior em março, com 14 pontos percentuais.

Todos os outros presidenciáveis considerados no levantamento, juntos, somam 17%. Pela ordem vêm Ciro Gomes, do PDT (9%), André Janones, do Avante (3%), João Doria, do PSDB (3%), Simone Tebet, do MDB (1%) e Vera Lucia, do PSTU (1%).

Comentários

Mais Lidas