Notícia

ABORTO NO EUA: Amazon pretende pagar viagens de funcionárias para realizar abortos e outros tratamentos médicos; confira detalhes

A quantia será paga para aqueles funcionários que não possuem tratamentos médicos não disponíveis nas proximidades do local de trabalho

Maria Luísa Fernandes
Maria Luísa Fernandes
Publicado em 03/05/2022 às 14:13 | Atualizado em 03/05/2022 às 14:28
Notícia
Divulgação/ Amazon
Amazon anunciou benefício financeiro para que funcionárias possam abortar - FOTO: Divulgação/ Amazon
Leitura:

A empresa de tecnologia "Amazon" possui o grande objetivo de reembolsar os funcionários dos Estados Unidos que necessitam viajar para realizar uma variedade de tratamentos médicos, isso acaba incluindo até mesmo as funcionárias que pretendem fazer abortos.

.

Amazon anunciou benefício financeiro para que funcionárias possam abortar

A Amazon acabou informando para sua equipe de trabalho que pretende pagar até US$ 4.000 por ano em despesas de viagens para tratamentos médicos, que não estão disponíveis nas proximidades do local de trabalho. O valor citado pela empresa equivale a cerca de R$ 20,3 mil

Pode parecer algo novo, mas a empresa não foi a única a realizar esse tipo de processo. Há pouco tempo, várias outras companhias americanas anunciaram planos que podem garantir acesso ao aborto para suas funcionárias. Esse novo benefício e outros propostos pela Amazon já estão entrando em vigor desde o dia 1° de janeiro deste ano. 

Um porta-voz da Amazon chegou a confirmar, em uma reportagem ao "BBC News", que o benefício está incluindo cuidados bariátricos, ancologia, anomalias congênitas até 24 meses após o nascimento do bebê, tratamentos de saúde mental e serviços de pacientes internados por uso problemático de drogas.

Comentários

Mais Lidas