MAIS CHUVAS

Pernambuco tem risco de inundações após alerta de perigo com chuva no fim de semana; veja a previsão do tempo e recomendações

Saiba quantos milímetros deve chover nos próximos dias no Estado

Marcelo Aprígio
Marcelo Aprígio
Publicado em 27/05/2022 às 8:26 | Atualizado em 27/05/2022 às 8:29
Notícia
BRUNO CAMPOS/JC IMAGEM
São esperadas chuvas fortes em Pernambuco e outros estados do Nordeste - FOTO: BRUNO CAMPOS/JC IMAGEM
Leitura:

O Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) também alertou para a possibilidade de chuvas mais intensas a partir desta sexta-feira (27), à noite, em parte do Nordeste.

De acordo com o aviso do instituto, a chuva deve chegar com maior intensidade em Pernambuco, na Paraíba, no Rio Grande do Norte e em Alagoas. São esperadas chuvas com acumulados de 150 a 200 mm por dia.

“Desde a semana passada a gente começou a emitir notícias e notas sobre as condições de chuva na Região Nordeste para os dias seguintes. Essa chuva ficaria concentrada principalmente no leste, desde o litoral de Alagoas até o Rio Grande do Norte e elas foram bem mais intensas desde quarta", afirma a coordenadora geral de Meteorologia Aplicada do Inmet, Márcia Seabra.

De acordo com a coordenadora, houve uma elevação acima da média na temperatura das águas dos oceanos que gerou um aumento na umidade.

Essa umidade está sendo transportada pelos ventos para o continente, o que acaba gerando um grande volume de chuvas. Por causa disso, no site do Inmet parte de Pernambuco está marcada com alerta de perigo.

 

RECOMENDAÇÕES 

O coordenador-geral de Gerenciamento de Desastres do Centro Nacional de Gerenciamento de Risco e Desastres (Cenad), Tiago Molina Schnorr, disse que os principais riscos esperados são de desastres geológicos, como deslizamentos de terra, e hidrológicos, como inundações, enxurradas e alagamentos.

Nesses casos é importante ficar atento a sinais de deslizamentos de terra como rachaduras em paredes, inclinação de postes e a qualquer sinal de elevação do rio, de alagamentos ou enxurradas nas ruas.

"Se o rio tiver aumentando próximo de sua residência sempre é recomendado desligar os equipamentos de energia elétrica, a chave geral, encanamento de gás ou água. São ações importantes para proteger a residência de riscos adicionais provocados pela invasão das águas. A recomendação bastante importante é não enfrentar alagamentos, enxurradas e inundações", alertou Schnorr.

O integrante do Cenad adverte ainda para a importância de a população ficar atenta às informações divulgadas pelas defesas civis locais.

“É importante a população ficar atenta às recomendações publicadas pelos órgãos oficiais, principalmente pelas autoridades locais, prefeitura e as demais autoridades. Aquelas informações que são assertivas e vinculadas sempre no sentido de proteger a população”, lembrou.

“Ficar bastante atento a informações publicadas em mídias sociais e que não são oficiais. Muitas vezes essas informações não oficiais podem trazer um risco adicional se disseminadas”, acrescentou.

Em caso de emergência, a Defesa Civil pode ser acionada no telefone 199 e os bombeiros, no 193.

A população também pode receber mensagens de alerta por SMS da Defesa Civil Nacional no celular. Para isso, basta cadastrar os telefones celulares, por meio do envio de mensagens de texto para o número 40199, com o CEP da região onde mora.

Além disso, é importante ficar atento aos alertas enviados por meio de SMS, TV por assinatura e pelas redes sociais da Defesa Civil Nacional (@defesa civilbr) e do Inmet (twitter: @inmet_ | Instagram: @inmet.oficial).

Com informações da Agência Brasil

17059651

Comentários

Mais Lidas