VIOLÊNCIA

Vídeo mostra momento em que bolsonarista invade festa de líder do PT e abre fogo contra aniversariante

Caso aconteceu na madrugada deste domingo (10) em Foz do Iguaçu, no Paraná

Marcelo Aprígio
Marcelo Aprígio
Publicado em 10/07/2022 às 16:09 | Atualizado em 10/07/2022 às 17:06
Notícia
Reprodução
O guarda municipal Marcelo Aloizio de Arruda foi morto a tiros na sua festa de aniversário, com temática do PT - FOTO: Reprodução
Leitura:

Um vídeo inédito mostra o momento em que o guarda municipal Marcelo Arruda, de 50 anos, foi assassinado a tiros durante sua própria festa de aniversário na madrugada deste domingo (10).

Segundo a polícia, um homem invadiu a festa armado ameaçando os convidados e o aniversariante - que era líder do Partido dos Trabalhadores (PT) em Foz do Iguaçu, no Paraná, e foi candidato a vice-prefeito da cidade em 2020.

Houve troca de tiros, e o suspeito também foi atingido. Segundo a delegada que investiga o caso, ele foi levado para um hospital da cidade, onde encontra-se estado estável. Ele foi autuado em flagrante.

De acordo com relatos feitos à polícia, o policial penal federal Jorge José da Rocha Guaranho, que se declarava apoiador do presidente Jair Bolsonaro (PL), invadiu a festa e atirou em Marcelo, que revidou.

..

O suspeito também gritava o nome de Jair Bolsonaro e “mito”. Neste momento, houve uma rápida discussão, e o homem chegou a sacar a arma, ameaçando a todos.

Logo depois, ele saiu, dizendo que voltaria para "matar todo mundo". Minutos depois, o agente penitenciário chegou atirando no guarda municipal.

A confraternização era promovida na Associação Recreativa Esportiva Segurança Física Itaipu (Aresfi) e tinha como tema o PT e o ex-presidente Lula, pré-candidato da legenda à Presidência da República. A festa tinha poucos convidados — cerca de 40 pessoas.

VÍDEO MOSTRA MOMENTO DE ATAQUE A TIROS

O vídeo de câmera instalada no salão de festas onde a festa era realizada registrou o momento do ataque a tiros.

As imagens mostram Marcelo, que era tesoureiro do PT na cidade paranaense, caindo próximo a uma mesa, aparentemente ferido. Jorge se aproxima e efetua disparos. Ainda no chão, Marcelo revida e também atira.

Jorge corre em direção à saída, mas cai dentro do salão. Em seguida, uma pessoa se aproxima dele e começa a chutá-lo na cabeça. Jorge permanece imóvel. Do outro lado do salão, Marcelo se contorce enquanto pessoas se aproximam.

 

Comentários

Mais Lidas