Eleições

ELEIÇÕES 2022: CNN Brasil cancela debate de presidenciáveis por causa de Lula e Bolsonaro; Entenda

Emissora decidiu cancelar o debate após ausência dos dois principais candidatos

Adige Silva
Adige Silva
Publicado em 25/07/2022 às 21:10
Notícia
Reprodução/RICARDO STUCKERT - Reprodução/EVARISTO SA/AFP
Pré-candidatos à Presidência Lula (PT) e Bolsonaro (PL) - FOTO: Reprodução/RICARDO STUCKERT - Reprodução/EVARISTO SA/AFP
Leitura:

Na noite desta segunda-feira (25), a CNNN Brasil (TV Fechada) informou que decidiu suspender o debates com presidenciáveis.

Segundo a emissora, a decisão foi motivada pela ausência dos dois líderes nas pesquisas eleitorais: o atual presidente Jair Bolsonaro (PL) e o ex-presidente Lula (PT).

"A decisão foi tomada porque as campanhas dos candidatos Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e Jair Bolsonaro (PL) não confirmaram as presenças de ambos", divulgou a emissora, em comunicado.

.

"A CNN reforça seu interesse em estimular o amplo debate entre os postulantes à Presidência e considera fundamental que eles se comprometam com o comparecimento para prestar informações aos eleitores tendo como objetivo único o fortalecimento da democracia brasileira", continuou a emissora.

Ainda no comunicado, a CNN informou que está estudando a possibilidade de formar um consórcio temporário com outros veículos de imprensa.

As premissa para a definição desse formato são o compromisso de todos os veículos com o sistema democrático e com a total imparcialidade diante do cenário político polarizado", finalizou.

Pesquisa Pactual

A nova pesquisa da BTG Pactual, divulgada nesta segunda-feira (25), mostra que o ex-presidente Lula (PT) tem cerca de 44% contra 31% de Jair Bolsonaro (PL) na disputa pelo Planalto.

Segundo o jornal Metrópoles, em comparação com a última pesquisa, feita em 11 de julho, o ex-presidente teve um aumento de 3 pontos, saindo de 41% para 44% no segundo levantamento.

.

Já o presidente Bolsonaro, oscilou na margem de erro, saindo de 32% para 31% na pesquisa mais recente. Ciro Gomes (PDT), por sua vez, ficou com 9% das intenções de voto. Em seguida, Simone Tebet (MDB) e André Janones (Avante), ambos com 2%.

Os outros candidatos ficaram com 1% ou não pontuaram. O levantamento também mostrou que 5% dos entrevistados não votariam em nenhum dos candidatos, 2% votará em branco ou nulo, e 3% não souberam responder.

Comentários

Mais Lidas