Copa América

Brasil e Argentina com transmissão da Rádio Jornal


A rivalidade entre brasileiros e argentinos é uma das mais marcantes da história do futebol e, desta vez, vale vaga na final da Copa América

Robert Sarmento
Robert Sarmento
Publicado em 28/06/2019 às 20:52
Lucas Figueiredo/Confederação Brasileira de Futebol
FOTO: Lucas Figueiredo/Confederação Brasileira de Futebol
Leitura:

A Seleção Brasileira segue a caminhada em busca do 9° título da Copa América e para chegar a decisão vai precisar passar pelo(a) Argentina na semifinal. Um dos principais clássicos futebol mundial está marcado para a próxima terça-feira (02), às 21h30, no Mineirão. Os eternos rivais não se encontravam na competição sul-americana desde a final da edição de 2007, quando o Brasil conquistou o seu último título ao vencer por 3 a 0.

Transmissão

A Rádio Jornal é a única emissora de Pernambuco com direitos adquiridos e transmite o clássico mundial. Com o passar dos dias, nós vamos atualizando as informações para o torcedor sobre Brasil x Argentina, uma das principais rivalidades da história do futebol. A narração é de Roberto Queiroz, comentários de Ralph de Carvalho e Igor Moura na reportagem.

 

Retrospecto

O primeiro confronto aconteceu no dia 20 de setembro de 1914, com vitória dos 'Hermanos', por 3 a 0. Apesar de terem triunfado na primeira partida, a vantagem no geral é brasileira. No total de 104 jogos, o Brasil possui 42 vitórias, a Argentina tem 37 e houve 25 empates. São 163 gols marcados pela Seleção Canarinha e 157 gols feitos pelos argentinos.

 

Seleção Brasileira

A classificação diante do Paraguai na decisão por pênaltis, o Brasil voltou a figurar entre os quatro melhores da Copa América após três edições. Para o confronto contra a Argentina, o técnico Tite tem o retorno do volante Casemiro, que cumpriu suspensão no último jogo, e deve entrar no lugar de Allan. O resto do time titular deve ser o mesmo que eliminou os paraguaios, seguindo o pensamento do comando técnico em manter a mesma estratégia.

O lateral-esquerdo Filipe Luis e o volante Fernandinho passaram por exames de imagem, acompanhados do médico Rodrigo Lasmar, e não foram constatadas lesões musculares. No entanto, o lateral ainda relata dores na coxa direita e seguirá o tratamento junto a fisioterapia e não treinou neste sábado (29).

Já Fernandinho ainda apresenta dores no joelho direito, resultado de uma entorse sofrida no jogo contra a Venezuela, em Salvador, pela segunda rodada da fase de grupos. Ele segue em tratamento e observação. Em contrapartida, o atacante Richarlison, que ficou de fora do jogo contra o Paraguai, após ter pego caxumba, apresentou melhoras nas condições clínicas.

Provável escalação

Brasil: Alisson; Daniel Alves, Thiago Silva, Marquinhos e Filipe Luís; Arthur, Casemiro e Philippe Coutinho; Gabriel Jesus, Everton e Roberto Firmino. Técnico: Tite

Ouça o pênalti, que garantiu a Seleção Brasileira na semifinal da Copa América, na voz de Aroldo Costa

Argentina

Os problemas da primeira fase, quando os 'Hermanos' tiveram dificuldades e se classificaram na segunda colocação do grupo B, parecem que fizeram os jogadores mudaram a postura. Como a classificação contra a Venezuela foi assegurada de maneira mais confortável, do que esperado, o treinador Lionel Scaloni pode repetir a escalação, pela primeira vez, desde que ele assumiu o comando técnico, em agosto do ano passado.

Provável escalação

Argentina: Armani; Foyth, Pezzella, Otamendi e Tagliafico; Paredes, De Paul e Acuña; Messi. Agüero e Lautaro Martínez. Técnico: Lionel Scaloni

Aroldo Costa, 'O Maior Gol do Mundo', também narrou a classificação da Argentina; ouça o segundo gol

Ingressos

A comercialização dos bilhetes digitais acontecem apenas através do site www.copaamerica.com e a troca é realizada no Centros de Ingressos disponível pela Conmebol, que na sede de Belo Horizonte fica no Boulevard Shopping, e funcionam das 10h às 20h, nos sete dias da semana, e também nos feriados. Com exceção do dia da partida, quando a venda de ingressos se encerra no horário previsto para a abertura dos portões nos estádios, que devem ser abertos por volta das 18h30. O preço varia de R$ 100, o setor mais barato, e R$ 590.


Mais Lidas