Jogadores do Afogados treinam sem contrato enquanto aguardam definição do retorno do Pernambucano

O presidente da coruja já avisou aos atletas que só firma um novo contrato quando a FPF definir retorno da competição

AFOGADOS
Jogadores do Afogados treinam sem contrato enquanto aguardam definição do retorno do Pernambucano

Jogadores do Afogados estão treinando no Vianão. - Foto: Bruno Cantini/Atlético-MG

Pedro Alves | Twitter: @PedroAlvesn99

Após uma sequência de resultados espetaculares do Afogados antes da pandemia causada pelo novo coronavírus, o clube agora se prepara para retomar as competições. Os jogadores já retornaram ao clube, mas com uma situação inusitada: todos os atletas sem contrato, pelo menos é o que revelou o presidente João Nogueira em entrevista na Rádio Jornal.

Segundo o mandatário da Coruja, os atletas só tinham contrato com o clube até o final do Pernambucano, mesmo com o Afogados tendo que disputar o Campeonato Brasileiro da Série D no segundo semestre.

OUÇA A ENTREVISTA NA ÍNTEGRA:

“O nosso período de pandemia foi tão difícil quanto os times da capital. A nossa última folha que pagamos foi a do mês de abril. Parece que eu estava adivinhando porque não fiz contrato até o final da série D, fiz só até o final do PE. Porque se eu tivesse feito até o final da Série D iria ter quebrado e com problemas na justiça do trabalho”, afirmou João Nogueira.

Apesar de estarem sem contratos, os 28 jogadores estão treinando no Estádio Vianão aguardando uma definição sobre o retorno do futebol. Segundo João Nogueira, os novos contratos só serão assinados quando a Federação Pernambucana de Futebol definir as datas dos jogos do Pernambucano.

“Os jogadores que estão em Afogados, eu nem fiz contrato porque só vou fazer quando tiver uma definição da FPF. Enquanto não tiver um definição eu não faço contrato. Já falei com os atletas e só vou fazer quando tiver a definição. Vou fazer um contrato de 30 dias, que a MP permite”, completou.

Sede única

Um cenário que pode definir o complemento do Campeonato Pernambucano é a Sede Única - possivelmente no Recife por ter quatro estádios e quatro centro de treinamentos. De acordo com o presidente, o Afogados não aceita a disputa deste formato caso aumente os custos e prejudique o clube.

“O único clube que não tem estádio é o Afogados. Se for para aumentar os custos do Afogados para fazer esse novo molde do Pernambucano, eu não aceito! Se for pra subir os custos, eu prefiro jogar em salgueiro que gasto bem menos”, encerrou.

COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.