Brasília

PT diz que já protocolou pedido de liberdade de Lula


Presidente nacional do PT, a senadora Gleisi Hoffmann disse que a defesa vai inclusive abrir mão do exame de corpo de delito

Julio Cirne
Julio Cirne
Publicado em 19/12/2018 às 14:24
Foto: Reprodução / Instagram
FOTO: Foto: Reprodução / Instagram
Leitura:

Por meio de seus perfis nas redes sociais, o Partido dos Trabalhadores (PT) informou que a defesa do ex-presidente Lula já protocolou no início dessa tarde o pedido de liberdade dele. A petição aconteceu menos de uma hora depois de ser noticiado que o ministro Marco Aurélio Mello, do Supremo Tribunal Federal (STF), conceder liminar solicitada pelo Partido Comunista do Brasil (PC do B), que tratava da suspensão de todas as prisões dos condenados em 2ª instância.

"Acabamos de peticionar a solicitação do alvará de soltura para Lula. Abrimos mão do exame de corpo de delito", escreveu no Twitter a senadora e deputada federal eleita Gleisi Hoffman, que também é presidente nacional do PT.

O ex-presidente Lula está preso desde o dia 7 de abril, depois de ter sido condenado em em 2ª instância no Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4). Lula foi condenado pelos crimes de corrupção e lavagem de dinheiro no caso que envolve o triplex do Guarujá. no litoral do estado de São Paulo.

Liminar:

Na sua decisão, Marco Aurélio Mello entendeu que há urgência na apreciação do tema relacionado à prisão de condenados em 2ª instância: "Convencido da urgência da apreciação do tema [...] defiro a liminar para, reconhecendo a harmonia, com a Constituição Federal, do artigo 283 do Código Penal, determinar a suspensão de execução de pena cuja decisão a encerrá-la ainda não haja transitado em julgado".

Cristiano Zanin, advogado que faz a defesa de Lula, falou que a decisão de Marco Aurélio restabelece o texto constitucional: "É uma decisão importante porque restabelece o que consta do texto constitucional".

Ouça os detalhes com o correspondente da Rádio Jornal em Brasília, Romoaldo de Souza.

Confira:


Mais Lidas