Com sensação de sede reduzida, idosos devem redobrar cuidado com hidratação

As altas temperaturas podem comprometer a saúde e a hidratação é uma das formas de deixar o corpo saudável

SAÚDE
Com sensação de sede reduzida, idosos devem redobrar cuidado com hidratação

É preciso evitar exposição solar no período mais quente e com maior incidência solar - Foto: Reprodução/TV Jornal

Se você mora na Região Metropolitana do Recife possivelmente tem sofrido com as altas temperaturas e o calor. No entanto, a população deve ficar atenta aos cuidados com a saúde.Os idosos precisam ficar mais atentos pois a sensação de sede é reduzida. 

A médica clínica geral Andréa Figueiredo alerta sobre os sintomas na população mais vulnerável. “É importante ficar atento aos grupos que a faixa etária é mais extrema, entre eles crianças e idosos, que são mais vulneráveis a desidratação e há um risco de insolação. Eles podem ter dor de cabeça, tontura, sensação de desmaio, podem ficar com náusea, vômitos, diarreias nos casos mais graves”, disse.

Segundo a médica, é preciso evitar exposição solar no período mais quente e com maior incidência solar, entre às 10h e 16h. “Proteger a pele com protetor solar, usar roupas leves, chapéu, se for possível. A insolação é arriscada não só para quem está em praia ou piscina”, orientou.

Hidratação 

Ela ainda destaca a importância de se manter bem hidratado. “Até quem não está com sede deve beber água, principalmente os idosos em que a sensação de sede é reduzida por conta de uma glândula no cérebro chamada hipotálamo. Ela vai diminuir essa sensação de sede porque não vai funcionar tão bem. Os idosos devem andar com uma garrafinha de água, tomar bastante suco, água de coco, comer frutas ricas em água para facilitar a hidratação”, aconselhou.  

A médica ainda disse que é importante evitar frituras e alimentos pesados que podem afetar a digestão. 

COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.