PANDEMIA

Micro e pequenos empreendedores ganham linha de crédito especial

BNB disponibiliza uma linha de crédito especial para atender os micro e pequenos empreendedores durante a pandemia do coronavírus

Ísis Lima
Ísis Lima
Publicado em 09/04/2020 às 17:49
Reprodução/Fotos Públicas
FOTO: Reprodução/Fotos Públicas
Leitura:

O Banco do Nordeste (BNB) está com uma linha de crédito especial para ajudar os pequenos empreendedores durante o período de pandemia do coronavírus. O benefício foi criado a partir da resolução 4782 do Conselho Monetário Nacional que proporciona capital de giro a esse público num prazo de até 36 meses com até três meses de carência ao custo de 0,35% ao mês que corresponde a 4,4% ao ano.

Segundo o superintendente do BNB em Pernambuco, Ernesto Cruz, a linha de crédito contempla os clientes já estão na base da instituição, como também novos clientes que poderão ter acesso, desde que se enquadrem no perfil. “Essa linha de crédito vem para atender aqueles empreendedores que estão com dificuldades para pagar os salários dos empregados, despesas como aluguel, alguma despesa ligada a insumos que eles precisam adquirir nesse período”, disse.

O superintendente detalha quem tem direito. “Aquelas empresas que faturam até R$ 16 milhões podem ser contempladas com esse crédito”, disse.

Para saber o valor máximo que pode ser solicitado, as empresas precisam ter, pelo menos, nove meses de funcionamento, apresentar o faturamento e com base nisso o banco realizará um cálculo que será gerado um limite. Dentro desse limite as empresas poderão fazer a operação de giro, que poderá ser feita mais de uma vez dependendo da necessidade durante o período da pandemia.

Condições de financiamento podem ser conferidas pela internet no site do Banco do Nordeste.

Informações sobre crédito também podem ser obtidas por telefone, pelo número 0800 728 3030, ou direto com o gerente de relacionamento.

Confira a entrevista completa:

Pagamento do empréstimo

Ernesto Cruz explica como será feito o pagamento da linha de crédito especial. “Se for feito o contrato hoje o principal começará a ser pago em três meses e ela tem mais 36 meses para honrar o compromisso. Vamos supor que se for retirado um valor de R$ 20 mil só começará a ser pago em julho”, disse.

Informal também tem benefício

Microempreendedores informais também podem ser beneficiadas pelo Banco do Nordeste. “Contemplamos também, nesse momento, aqueles microempreendedores informais que poderão ser assistidos na linha do Crediamigo (...) Aquele cidadão que tem uma banca de feira, que vende pipoca, tem uma barraquinha de lanche. Esse público também poderá ser dentro das condições que o banco estabelece”, completou.

Mais Lidas