Mesmo sem casos confirmados de coronavírus, Exu, no Sertão de Pernambuco, cumpre medidas de isolamento

Município, um dos poucos do estado que não tem casos de covid-19, tem evitado a passagem de turistas e população está colaborando

SAúDE
Mesmo sem casos confirmados de coronavírus, Exu, no Sertão de Pernambuco, cumpre medidas de isolamento

O município de Exu, no Sertão do Estado, não registrou casos de coronavírus - Foto: Reprodução/Parque Aza Branca

Atualizada às 13h44

Cidade do Sertão conhecida por ser a terra natal de Luiz Gonzaga, Exu é uma das cidades pernambucanas que ainda não registrou nenhum caso de coronavírus. Em entrevista ao Passando a Limpo desta segunda-feira (1º), Junior Parente, conhecido como Bebinha, e administrador do Parque Aza Branca, falou de como o município está lidando com as medidas de prevenção à covid-19.

"Logo no início da pandemia, as pessoas colaboraram bastante e todo mundo se trancou em casa. Os comércios foram fechados, apesar de que para receber o bolsa família e a aposentadoria, então de forma natural aumentava a aglomeração de pessoas nas ruas. Os bares pararam completamente, os restaurantes estão todos trabalhando com entregas, foi criado até um aplicativo para as pessoas pedirem em casa. E o comércio em geral está fechado. De um modo geral, a população está bem crente que a doença é perigosa e está colaborando para a saúde pública", afirmou. 

Bebinha também falou do controle rígido de pessoas circulando no local vindas de outras cidades. "Nós somos passagem para o Ceará. Muita gente que passa aqui, passa para ir para Juazeiro, para o Crato. E, como lá fechou tudo, houve um controle até rigoroso da Vigilância Sanitária do município, então praticamente foi reduzido a zero a passagem de pessoas, de turistas. O parque Aza Branca está fechado há três meses, não sabemos quando poderemos reabrir."

Confira a entrevista na íntegra:

O que é coronavírus?

Coronavírus é uma família de vírus que causam infecções respiratórias. O novo agente do coronavírus foi descoberto em 31/12/19 após casos registrados na China.Os primeiros coronavírus humanos foram isolados pela primeira vez em 1937. No entanto, foi em 1965 que o vírus foi descrito como coronavírus, em decorrência do perfil na microscopia, parecendo uma coroa.

A maioria das pessoas se infecta com os coronavírus comuns ao longo da vida, sendo as crianças pequenas mais propensas a se infectarem com o tipo mais comum do vírus. Os coronavírus mais comuns que infectam humanos são o alpha coronavírus 229E e NL63 e beta coronavírus OC43, HKU1.

Como prevenir o coronavírus?

O Ministério da Saúde orienta cuidados básicos para reduzir o risco geral de contrair ou transmitir infecções respiratórias agudas, incluindo o coronavírus. Entre as medidas estão:

  • Lavar as mãos frequentemente com água e sabonete por pelo menos 20 segundos, respeitando os 5 momentos de higienização.
  • Se não houver água e sabonete, usar um desinfetante para as mãos à base de álcool.
  • Evitar tocar nos olhos, nariz e boca com as mãos não lavadas.
  • Evitar contato próximo com pessoas doentes.
  • Ficar em casa quando estiver doente.
  • Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar com um lenço de papel e jogar no lixo.
  • Limpar e desinfetar objetos e superfícies tocados com freqüência.
  • Profissionais de saúde devem utilizar medidas de precaução padrão, de contato e de gotículas (máscara cirúrgica, luvas, avental não estéril e óculos de proteção).
  • Para a realização de procedimentos que gerem aerossolização de secreções respiratórias como intubação, aspiração de vias aéreas ou indução de escarro, deverá ser utilizado precaução por aerossóis, com uso de máscara N95.

COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.