Paulo Câmara se reúne com prefeitos de cidades do Sertão para tratar sobre Plano de Convivência

O governador se reuniu com os prefeitos por videoconferência

PANDEMIA
Paulo Câmara se reúne com prefeitos de cidades do Sertão para tratar sobre Plano de Convivência

O governador Paulo Câmara se reuniu por videoconferência - Foto: Cortesia

Neste sábado (13), o governador Paulo Câmara se reuniu por videoconferência com os representantes dos governos municipais do Sertão de Pernambuco. O encontro tratou sobre a regionalização do Plano de Convivência com o novo coronavírus no Estado. Durante a semana, Paulo tratou do assunto em dois outros encontros, com prefeitos da Região Metropolitana e Zona da Mata e, em seguida, com gestores do Agreste.

Além disso, Câmara discutiu também sobre a nova etapa do plano de retomada da economia, que começa na próxima segunda-feira (15). Porém, 85 municípios do Agreste e da Zona da Mata Pernambuco ficarão de fora dessa nova etapa, pois não mostraram tendência de queda no número de casos. 

O governador também discorreu aos prefeitos sobre os próximos passos das ações de combate à pandemia no território pernambucano. “Vamos iniciar nas próximas semanas o funcionamento das estruturas dos hospitais de campanha em Serra Talhada e em Petrolina, no Sertão. O de Caruaru já está iniciando as suas operações. Essas estruturas vão ser feitas para dar retaguarda. Vamos buscar também outras formas de cooperação e de atuação conjunta entre Estado e municípios”, disse.

Ampliação dos leitos

Paulo Câmara assegurou ainda que o governo continuará ampliando o número de leitos em todo o Estado. “Já temos mais de 700 leitos de UTI voltados para tratamento da Covid e queremos aumentar esse número nas próximas semanas. Se essa tendência de queda continuar aqui na Região Metropolitana, esses leitos serão possíveis de utilização, caso haja demanda do Agreste e também do Sertão”, pontuou.

Segundo ele, a observação do comportamento da pandemia do novo coronavírus segue em todo o Estado. “Vamos trabalhando e observando também o Sertão e suas estruturas, já que é uma região que pode precisar, apesar de ter números de casos e de óbitos bem menores do que os de outras áreas. São pontos que precisam sempre ser avaliados semanalmente, como estamos fazendo”, finalizou.

Os secretários estaduais André Longo (Saúde), Bruno Schwambach (Desenvolvimento Econômico) e Alexandre Rebêlo (Planejamento e Gestão) também acompanharam o governador na discussão do plano de forma regional com os prefeitos sertanejos. A reunião teve o apoio remoto da Associação Municipalista de Pernambuco (Amupe), com a participação do presidente da entidade, José Patriota, prefeito do município de Afogados da Ingazeira, no Sertão do Pajeú.

COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.