SES afirma que preocupação atual é conter primeira onda da covid-19 no interior de Pernambuco

Os casos da covid-19 estão crescendo de forma alarmante no interior de Pernambuco

PANDEMIA
SES afirma que preocupação atual é conter primeira onda da covid-19 no interior de Pernambuco

Caruaru e Bezerros passaram por um isolamento mais rígido por dez dias devido aos casos elevados de covid-19 - Foto: Reprodução/TV Jornal Interior

O secretário Estadual de Saúde, André Longo, afirma que, no momento, a grande preocupação do Governo de Pernambuco é com relação ao avanço do novo coronavírus no interior do Estado. Segundo o secretário, a situação do Recife também tem sido monitorada.

“A questão que eles chamam de segunda onda [de infecção] na capital a gente se preocupa, sim, com essa possibilidade, mas a preocupação hoje é buscar conter a primeira onda no interior do Estado”, disse.     

De acordo com André Longo, também importante acompanhar a situação dos estados vizinhos que fazem divisa com Pernambuco. “Nós temos acompanhado o comportamento dos vizinhos. No caso da Paraíba, eu conversei com o secretário [de saúde], ele tem percebido uma redução nas suas taxas de transmissão de doentes, o que muito nos conforta tendo em vista a fronteira que nós temos, em particular, na Mata Norte, mas também no Sertão. O que traz a importância da gente estar acompanhando a situação da Paraíba (...) A região de Palmares, a fronteira com Alagoas, a fronteira com o Ceará, no Araripe”, comentou.

Leitos de UTI

A ocupação de leitos de Unidades de Terapia Intensiva (UTIs) com pacientes com covid-19 em Pernambuco apresenta a menor taxa desde março. Na prática isso quer dizer que estão disponíveis na rede pública de saúde 255 vagas.

A Prefeitura do Recife também fez uma readequação dos leitos municipais destinados aos pacientes da covid-19, o que elevou o número de UTIs em funcionamento para 342 somente na capital. Para chegar a essa quantidade foi preciso desativar 90 vagas de enfermaria do Hospital de Campanha dos Coelhos. O material está sendo utilizado em 29 leitos de terapia intensiva na estrutura montada na Rua da Aurora, em Santo Amaro.

Agora, o número de UTIs é superior ao previsto pela Prefeitura do Recife no Plano de Contingência da covid-19. A mudança de planos é justificada pela necessidade apresentada pelos infectados do coronavírus.

Em abril, 54% dos casos da doença em Pernambuco eram de moradores do Recife. Já em junho, a capital reuniu 21% dos diagnósticos confirmados da doença no estado. O prefeito Geraldo Julio afirma que a reengenharia na saúde envolve também profissionais.

Casos em Pernambuco

O recente boletim epidemiológico aponta que o Estado tem agora 66.151 casos confirmados do novo coronavírus, destes 46.722 estão recuperados e 5.234 vidas foram perdidas, segundo a Secretaria Estadual de Saúde (SES-PE).

Ainda segundo a SES-PE, 16.453 profissionais de saúde com sintomas gripais testaram positivo para o novo coronavírus. No geral, Pernambuco ocupa o oitavo lugar no ranking nacional dos casos confirmados da covid-19. Com taxa de letalidade de cerca de 8%, o estado só é superado em número de mortes por São Paulo, Rio de Janeiro e Ceará.

COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.