ECONOMIA

Governo de Pernambuco promete data para retorno de barraqueiros às praias


Barraqueiros realizaram novo protesto nesta quinta-feira (20) cobrando reabertura do comércio de praia

Atualizada às 19h05
Atualizada às 19h05
Publicado em 20/08/2020 às 15:47
Juliana Oliveira/Tv jornal
FOTO: Juliana Oliveira/Tv jornal
Leitura:

Após os barraqueiros que trabalham na praia de Boa Viagem, na Zona Sul do Recife, realizarem novo protesto, nesta quinta-feira (20), cobrando a retomada das atividades nas praias, o Governo de Pernambuco prometeu que o serviço irá retomar na próxima reabertura do Plano de Convivência com a Covid-19. Ainda segundo o Governo Estadual, o comércio de praia da Região Metropolitana do Recife será incluído na Etapa 8 do Plano de Convivência, porém ainda sem data prevista.

Linha de crédito

O Governo de Pernambuco anunciou ainda que os comerciantes também terão acesso a uma linha de crédito especial, no valor de R$ 3 mil, viabilizada pela Agência de Empreendedorismo de Pernambuco (AGE).

A comerciante Rosa Maria de Albuquerque comemora a decisão. "A nossa dignidade voltou. A gente está autorizado, a partir do dia 31, a voltar a trabalhar. Estamos esperando o protocolo que vai sair para dizer como devemos trabalhar. Mas, graças a Deus, o que nós estávamos esperando, fomos vitoriosos", comentou.

Litoral Sul

Mesmo com a proibição por meio de decreto do Governo do Estado, barraqueiros que trabalham na praia de Porto de Galinhas, em Ipojuca, no Litoral Sul de Pernambuco, montaram suas barracas na orla nesta quarta (19) e nesta quinta-feira (20), sem nenhum impedimento. Além disso, também foi possível encontrar ambulantes circulando pela faixa de areia.

À reportagem, a Prefeitura de Ipojuca demonstrou preocupação pela gestão estadual ainda não ter concluído o protocolo para a retomada da categoria, conforme foi declarado ao JC pelo próprio Governo de Pernambuco, e defende que seus índices
epidemiológicos justificam retorno das atividades.

O município informou que notificou as associações das duas categorias por infringirem o decreto estadual, e que enviou ofício ao Ministério Público, comarca de Ipojuca, solicitando que o órgão ajudasse na intermediação entre as categorias e o Governo do
Estado. A gestão armou, também, que entregou ao Estado, desde o dia 03 de junho, o protocolo municipal de retomada das atividades nas praias, feito em parceria com a Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), e que enviou ofício ao governador Paulo Câmara pedindo a liberação do protocolo municipal desde o dia 15 de julho, mas não obteve resposta.

Esportes coletivos

A partir da próxima segunda-feira, também será permitida a retomada dos treinamentos de modalidades coletivas, como basquete, vôlei, handebol e futsal, entre outras. Porém, somente para atletas federados e maiores de 12 anos de idade.


Mais Lidas