Estados Unidos reabrem fronteiras parcialmente, mas turismo ainda não está liberado; entenda

No Passando a Limpo, desta segunda, o agente de viagens internacionais explicou a situação do turismo neste cenário de pandemia

PASSANDO A LIMPO
Estados Unidos reabrem fronteiras parcialmente, mas turismo ainda não está liberado; entenda

Mesmo com a liberação, o turismo ainda não está liberado - Foto: Fernando Frazão/ Agência Brasil

O governo dos Estados Unidos suspende oficialmente, a partir desta segunda-feira (14), parte das restrições para voos originários do Brasil e de outros países. Porém, só podem embarcar os cidadãos do próprio país, residentes permanente legais e categorias específicas. No Passando a Limpo, desta segunda, o agente de viagens internacionais Edison Gonçalves tirou dúvidas sobre o visto e o turismo nesse cenário de pandemia. 

Mesmo com a flexibilização, as fronteiras dos EUA ainda estão fechadas para o turismo, mas já é possível programar a viagem. "Os usuários já podem programar o voo e a viagem, caso as fronteiras não reabram para a data prevista, a companhia deve mudar a data sem custos adicionais", explicou Edison.  

De acordo com o agente, a reabertura para o turismo é uma realidade próxima. "Esse segmento está, aos poucos, voltando a engrenagem de sempre. O turismo faz parte da economia, esses países estão visando, cada vez mais, abrir as fronteiras, porque suas economias dependem do turismo. Creio que, em breve, esse segmento vai aquecer novamente. O sonho de viajar é natural para qualquer pessoa, todo mundo se planeja, creio que a segurança para a viagem vai ser cada vez maior e melhor". 

Europa

Quem vai para outro destino, como a Europa, por exemplo, também precisa de atenção. 

"Para Europa há uma restrição de 14 dias. No entanto, há países, como Portugal e Inglaterra, que não solicitam mais esse tempo. O que eles pedem agora é que as pessoas façam um exame e leve-o para viagem. Vale lembrar que isso funciona apenas para estrangeiros que estavam no Brasil e queiram voltar para seus países de origem", completou. 

Como retirar o visto?

Para retirar o visto, Edison explicou que as entrevistas presenciais só irão acontecer no mês de novembro. 

"O consulado está disponibilizando as próximas entrevistas de visto, os agendamentos já estão sendo feitos, os agentes de viagens já podem fazer todos os preenchimentos, mas as entrevistas presenciais só em novembro e dezembro. Creio que a qualquer momento podem aparecer outras datas agora em outubro, vai depender da demanda do consulado e do entendimento dele em relação à covid", relatou. 

No Recife são quatro consulados que emitem visto: dos Estados Unidos, Canará, Japão e China. Os demais são emitifos on-line ou em Brasília, mas esses ainda não estão abertos. 

Ouça a entrevista na íntegra: 

COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.