DESCASO

Parque das Esculturas tem obras furtadas; Instituto Oficina Francisco Brenannd pede providências do poder público


Uma das obras furtadas do Parque das Esculturas, no centro do Recife, foi a enorme serpente de bronze

Ísis Lima
Ísis Lima
Publicado em 04/12/2020 às 16:30
Reprodução/Instagram
FOTO: Reprodução/Instagram
Leitura:

O Parque das Esculturas Francisco Brenannd, no Recife, sofreu mais uma ação ocasionada pelo descaso com a proteção da área. Algumas obras do artista plástico, falecido em dezembro do ano passado, foram furtadas do local, que é um dos principais pontos turísticos da capital pernambucana. A Secretaria de Turismo, Esportes e Lazer do Recife (Seturel) disse que a Secretaria de Defesa Social (SDS) foi acionada apurar o caso.

O Parque das Esculturas Francisco Brennand foi inaugurado em 2000. Ele foi projetado pelo artista plástico a pedido da Prefeitura do Recife no marco dos 500 anos da chegada dos portugueses ao Brasil. O cartão portal conta com mais de 90 obras de Francisco Brennand.

>> Veja onde estão as principais obras de Francisco Brennand

>> Morre aos 92 anos o artista plástico Francisco Brennand

Uma das obras furtadas foi a enorme serpente de bronze, obra de Brennand, de 20 metros. A peça teve suas partes retiradas do local. Além disso, um pelicano também foi levado do Parque. Ainda não se sabe a data que o furto ocorreu, mas de acordo com testemunhas, é possível que tenha acontecido na última segunda-feira (30).

Nota do Instituto Oficina Cerâmica Francisco Brennand

O Instituto Oficina Cerâmica Francisco Brennand emitiu uma nota, na tarde desta sexta-feira (4), e revelou estar indignada com a situação. O comunicado ainda aponta que, desde a inauguração, "o espaço sofre recorrentemente com ações de vandalismo e depredações pela falta de zelo e manutenção do poder público".

O Instituto pede respostas ao poder público e diz que a situação é "um sintoma da incapacidade do poder público de zelar pelo bem comum".

Veja a nota completa:

"É com profunda indignação, mais uma vez, que o Instituto Oficina Cerâmica Francisco Brennand tomou conhecimento de novo ato de vandalismo ao Parque das Esculturas Francisco Brennand, dessa vez o inconcebível furto de conjunto único de esculturas doadas pelo artista Francisco Brennand.

Projetado pelo artista a pedido da Prefeitura do Recife no marco dos 500 anos da chegada dos portugueses ao Brasil, o Parque das Esculturas Francisco Brennand foi inaugurado em 2000 - com mais de 90 obras - tornando-se um dos mais visitados pontos turísticos da cidade.

Desde sua inauguração, o espaço sofre recorrentemente com ações de vandalismo e depredações pela falta de zelo e manutenção do poder público, transformando o que seria um cartão postal da cidade em um lugar de abandono e insegurança.

O descaso com um patrimônio dessa dimensão, símbolo de uma cidade e situado no seu marco zero, é uma ofensa à população de Recife e um sintoma da incapacidade do poder público de zelar pelo bem comum.

É imprescindível que as autoridades públicas competentes tomem as devidas providências para recuperar o conjunto de esculturas, que as obras sejam refeitas e reinstaladas, e as melhorias na conservação e na segurança do espaço sejam implementadas de forma permanente.

Esperamos que tais medidas sejam tomadas em caráter de urgência, a população de Recife não merece tamanho desrespeito com um dos seus principais patrimônios artísticos e culturais."

Resposta da Prefeitura do Recife

Parque das Esculturas Francisco Brennand
Parque das Esculturas Francisco Brennand foi encomendado ao artista Francisco Brennand pela Prefeitura do Recife
Alex Oliveira / TV Jornal

Segundo nota enviada pela Seturel, o local tem sido constantemente alvo de vandalismo. A secretaria também garante que “a Guarda Civil Municipal do Recife monitora o Parque das Esculturas via câmera instalada no Marco Zero e da Ronda do Turismo, que pode ser acionada em caso de necessidade, bem como trabalha em parceria com a Polícia Militar”.

Veja nota completa:

"A Secretaria de Turismo, Esportes e Lazer (Seturel) informa que já fez o levantamento das obras que foram furtadas do Parque das Esculturas e já acionou a Secretaria de Defesa Social para que os fatos sejam apurados e a segurança do Parque reforçada.

A Seturel e a Autarquia de Manutenção e Limpeza Urbana (Emlurb) esclarecem que o Parque das Esculturas foi completamente requalificado em 2013 e, ao longo desse tempo, foram realizadas diversas manutenções tanto na estrutura do equipamento quanto nas obras. Foi feita a melhoria do molhe além de reparos em todas as obras de cerâmica do parque. A iluminação do parque foi alvo de investimento recente da Prefeitura do Recife, sendo concluída a instalação de luminárias LED no último dia 9 de novembro e de ações para evitar o furto das ações.

A limpeza do local é feita diariamente. No entanto, este importante atrativo é constantemente alvo de vandalismo. Somente para recuperar monumentos, pontes e edificações públicas que sofreram ações de pichação e vandalismo a Prefeitura chega a gastar aproximadamente R$ 2 milhões por ano. Com relação às novas denúncias, uma equipe irá ao local para analisar os reparos imediatos necessários.

A Guarda Civil Municipal do Recife monitora o Parque das Esculturas via câmera instalada no Marco Zero e da Ronda do Turismo, que pode ser acionada em caso de necessidade, bem como trabalha em parceria com a Polícia Militar."


Mais Lidas