Fiscalização

Procon interdita três estabelecimentos durante o final de semana em Pernambuco


Interditado no sábado (19), um dos estabelecimentos reabriu de forma ilegal no domingo (20); caso foi levado à delegacia

Carol Coimbra
Carol Coimbra
Publicado em 21/12/2020 às 9:36
divulgação/PROCON
FOTO: divulgação/PROCON
Leitura:

Neste final de semana, o Procon de Pernambuco interditou mais três estabelecimentos no Estado. Um deles foi o Vapor 82, localizado no bairro do Cordeiro, na Zona Oeste do Recife. O Esquenta Music Bar, localizado em Campo Grande, também na Zona Oeste recifense, e o Mini Mundo, no bairro do Janga, em Paulista, também foram forçados a fechar as portas. Os locais estavam descumprindo os protocolos do Governo do Estado, de combate à Covid-19.

Vapor 82

O Vapor 82 foi interditado na noite de sábado (19). Mesmo assim, o bar abriu de forma irregular no domingo (20) e estava novamente lotado. Os fiscais interditaram o local novamente e foram para a Delegacia de Campo Grande, onde foi aberto um Boletim de Ocorrência.

Estabelecimentos

Da noite de sexta-feira (18) até a noite de domingo (20) foram fiscalizados 20 estabelecimentos na Região Metropolitana do Recife. Participaram da ação, além do Procon, o Corpo de Bombeiros, a Vigilância Sanitária e a Polícia Militar.

Os bares interditados estavam com capacidade acima de 70%, quantidade permitida pelo protocolo, mesas com mais de 10 pessoas e consumidores transitando sem máscaras. Esta é a segunda vez que o Vapor 82 e o Mini Mundo são interditados pelo órgão, por descumprir os protocolos para o setor. O Vapor 82 já tinha sido advertido e, no dia 21 de agosto, interditado a aglomerações e por funcionar após o horário permitido. Já o Mini Mundo, foi interditado pela primeira vez no dia 25 de outubro.

O secretário de Justiça e Direitos Humanos, Pedro Eurico, afirmou que as fiscalizações não serão flexibilizadas.

“Não seremos flexíveis com as fiscalizações porque estamos falando de vidas. E não só as daqueles que insistem em fingir que a pandemia não existe, mas de todos que podem ser infectados com essa irresponsabilidade: pais, familiares, profissionais de saúde. Quem ousar terá que arcar com as consequências”, frisou.

Outros bares

Outros bares como o Léo Chopp e o Quintal, no bairro do Cordeiro, foram advertidos pela Apevisa para cumprir os protocolos; o Leitão Restaurante, na Encruzilhada, foi autuado para cumprimento imediato de alguns dos protocolos e o Tardezinha Premiun bar, no Janga, autuado devido a falta de distanciamento entre as mesas.

O Procon já fiscalizou 267 bares e restaurantes e interditou 18 estabelecimentos.


Mais Lidas