ECMO: Veja foto e entenda como funciona pulmão artificial que está ajudando ator Paulo Gustavo a sobreviver à covid-19

ECMO é uma tecnologia que também já foi usada na epidemia do H1N1; Paulo Gustavo começou tratamento na sexta-feira (2)

PANDEMIA DO NOVO CORONAVíRUS
ECMO: Veja foto e entenda como funciona pulmão artificial que está ajudando ator Paulo Gustavo a sobreviver à covid-19

Paulo Gustavo está internado com Covid-19 - Foto: Reprodução/Globo

Popularmente conhecido como pulmão artificial, o ECMO (sigla em inglês para oxigenação por membrana extracorpórea) é uma tecnologia que pode ajudar bastante no tratamento contra a covid-19. O termo técnico veio à tona, após a assessoria do ator Paulo Gustavo confirmar que o artista está sendo tratado com esta técnica. 

Este aparelho tem se destacado no tratamento da covid-19 durante esta segunda onda da pandemia no Brasil. O aparelho ajuda a aumentar a sobrevida dos pacientes internados em estado grave, quando a função pulmonar está bastante reduzida.

 

>>> ECMO: Tratamento pode custar R$ 30 mil por dia; ouça aqui explicação de médico.

 

"Quando o paciente não consegue obter melhora com o respirador mecânico nem com drogas que ajudam a manter o oxigênio no organismo, pode-se pensar na indicação da ECMO. Temos difundido o uso dessa tecnologia no hospital e conseguimos salvar vidas", explicou a médica Verônica Monteiro, coordenadora de Terapia Intensiva Covid-19 do Real Hospital Português (RHP), em entrevista ao Jornal do Commercio.

ECMO é tecnologia usada no tratamento da covid-19
ECMO é tecnologia usada no tratamento da covid-19
Divulgação

De acordo com a médica, cada paciente fica, em média, até duas semanas com o ECMO. De maio até meados de março quando a entrevista foi dada, ao menos 23 pacientes foram submetidos ao tratamento no hospital. "Entre os pacientes, estão pessoas que vieram de outros Estados, como Amazonas, Paraíba e Alagoas. No hospital, temos alcançado uma taxa de sobrevida maior do que a mundial, que é de 47%”, constatou a profissional. "Mas já tivemos quem ficou 41 dias com o equipamento, teve alta em bom estado de consciência e orientado", acrescentou. 

Atualmente, de acordo com apuração da repórter Cinthya Leite do JC, além de hospitais da rede privada, apenas o Instituto de Medicina Integral Professor Fernando Figueira (Imip) faz uso da tecnologia no serviço pernambucano de saúde pública. 

 

>>> Pai de Paulo Gustavo pede orações para o humorista.

>>> Esposo de Paulo Gustavo fala sobre a situação do ator.

 

"Dados de mortalidade pela infecção mostram que, em média, 80% dos pacientes entubados morrem. Mas, se a ECMO for iniciada em tempo adequado, a sobrevida pode chegar a 50%. Ou seja, a máquina é um fator protetor, capaz de diminuir mortalidade por covid-19", explica o cirurgião cardíaco Fernando Augusto Figueira. O ECMO também tem a capacidade de funcionar como coração artificial. 

Quem se curou da covid-19 após usar o ECMO agradece. "Fiquei 20 dias em ECMO, que realmente foi o que salvou a minha vida. Lembro que, durante um momento no hospital, pedi ao médico para não desistir de mim. A toda a equipe, sou muito grata. Hoje estou bem e já voltei totalmente à minha rotina", disse a administradora de empresas e empresária Noemia Resende, 43 anos, que ficou 60 dias internada. 

Paulo Gustavo

Paulo Gustavo está internado com covid-19 desde o dia 13 de março. Ele foi intubado no domingo (21). O comediante, famoso pelo filme “Minha Mãe é Uma Peça” chegou a ter uma melhora no quadro clínico, mas voltou a piorar. Ele está internado em um hospital particular do Rio de Janeiro.

COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.