SAÚDE

Máscara PFF2 pode ser usada por quantas horas? Existe modelo infantil? Saiba mais sobre o equipamento de proteção contra a covid-19

A máscara PFF2 tem um poder de filtragem e, consequentemente, de proteção maior contra a covid-19

Publicado em 21/05/2021 às 10:12
Reprodução/ Youtube/ Deltaplus
FOTO: Reprodução/ Youtube/ Deltaplus
Leitura:

Diante do surgimento de novas variantes do novo coronavírus, o agravamento da pandemia da covid-19 e a falta de descontrole nos números de casos e óbitos causados pela doença, especialistas, há algum tempo, têm reforçado a importância do uso de máscaras com poder de proteção maior do que as de pano. É o caso da PFF2.

>> Cepa indiana: Entenda por que variante do novo coronavírus nascida na Índia é tão perigosa

>> Quais vacinas são eficazes contra cepa indiana do novo coronavírus que chegou ao Brasil?

O que é a PFF2?

A sigla PFF significa “Peça Facial Filtrante”. A máscara é constituída por microfibras sintéticas, combinadas em camadas e tratadas eletrostaticamente, o que faz com que o produto impeça contaminantes do ambiente de entrar em contato com o sistema respiratório do usuário. As máscaras respiratórias são classificadas em PFF1, PFF2 e PFF3, de acordo com o tipo de proteção que apresentam, sendo que a PFF2 protege contra partículas finas, fumos, névoas tóxica e agentes biológicos com penetração máxima pelo filtro de apenas 6%, por isso a indicação na proteção contra a covid-19. Ela cobre boca e nariz do usuário.

Vale destacar que, para a proteção contra o novo coronavírus, é fundamental usar máscaras PFF2 sem válvula. Isso porque a válvula se abre durante o processo de expiração, o que pode favorecer a contaminação.

Qual o nível de proteção da PFF2?

Um estudo conduzido por pesquisadores do Instituto de Física da Universidade de São Paulo (USP) e do Instituto de Pesquisas Energéticas e Nucleares (Ipen) constatou que as máscaras de algodão, as mais comumente usadas pela população na prevenção da covid-19, têm eficiência de 20% a 60%. A pesquisa, divulgada no último dia 4, foi publicada na revista Aerosol Science & Technology.

O estudo mediu a eficiência de filtração de aproximadamente 300 máscaras faciais, de diferentes tecidos, máscaras cirúrgicas e as PFF2 – sigla para peça facial filtrante com eficiência de, pelo menos, 94% segundo classificação da Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT). Para realizar o teste, os pesquisadores produziram partículas de aerossol de tamanhos variados e observaram a concentração delas no ar antes e depois da filtragem pela máscara.

Segundo os resultados, as máscaras PFF2 apresentaram a maior eficiência para todos os tamanhos de partículas, em torno de 98%, e foram consideradas como referência para avaliação de desempenho. As máscaras cirúrgicas também tiveram ótima eficiência, de 89%.

As máscaras de TNT (tecido não tecido) mostraram uma eficiência média de 78%, sendo considerado o melhor material para a fabricação de máscaras caseiras. Mas o material mais comumente usado nas máscaras caseiras é o algodão, que apresentou uma eficiência de filtração muito variável, entre 20% e 60%, e média de 40%, não se mostrando uma boa opção para a confecção de máscaras.

Os pesquisadores ressalvam, no entanto, que qualquer tipo de máscara reduz a dispersão de gotículas e aerossóis emitidos por pessoas com covid-19, sintomáticas ou assintomáticas, e diminuem a disseminação do vírus.

Por quantas horas posso usar a PFF2?

De acordo com especialista, a máscara PFF 2 não precisa trocar e dá para ser usada por um turno de trabalho, com 8 horas. Inclusive, esse período pode ser maior, desde que a máscara não esteja úmida. É importante sempre conferir se a máscara está úmida e trocar, caso esteja.

Posso reutilizar minha PFF2?

A máscara PFF2 pode, sim, ser reutilizada. O usuário deve deixar a máscara em local arejado — pode ser até no varal, mas sem sol direto— entre 3 a 7 dias após o uso. No entanto, é recomendado descartar caso ela esteja rasgada ou com aspecto envelhecido.

Existe modelo infantil da PFF2?

Não existe modelo infantil dessa máscara. No entanto, existem confecções (algumas confiáveis) que estão fabricando máscaras "tipo PFF2", utilizando o mesmo tipo de material e forma de produção de tamanho infantil. Podem ser boas opções de proteção, mas não pode chamar de PFF2 se não passou pelos testes apropriados, laudo determinados pelos órgãos controladores.

Dependendo do tamanho do rosto, algumas máscaras servem em crianças maiores. Se sobrar espaço, é possível usar esparadrapo para ajudar na vedação. É importante reforçar que crianças muito novas não devem usar PFF2, mas os adultos no entorno devem estar bem protegidos, sempre que possível.

Mais Lidas