Lázaro Barbosa

Caso Lázaro: enquanto falava com a polícia, refém que salvou família foi flagrada pelo serial killer, relata outra vítima

Polícia acredita que Lázaro Barbosa só não matou família porque adolescente de 16 anos enviou mensagem para os policiais informando o paradeiro do criminoso

Gabriel dos Santos Araujo Dias
Gabriel dos Santos Araujo Dias
Publicado em 18/06/2021 às 12:47
Reprodução
FOTO: Reprodução
Leitura:

A adolescente de 16 anos feita refém junto com a família por Lázaro Barbosa na cidade de Edilândia, em Goiás, esta semana, se escondeu embaixo da cama para poder falar com os policiais. As autoridades locais acreditam que o criminoso só não matou a família, graças a informação enviada pela jovem.

No entanto, a garota passou por momentos de sufoco. É que, ao enviar a mensagem, os policiais ligaram para o celular da jovem que estava escondida. Lázaro, então, ouviu, e flagrou a situação, de acordo com relato do irmão da garota. As informações são da TV Anhanguera, afiliada da TV Globo, em Goiás.

Ela [a adolescente] se escondeu debaixo da cama e avisou a polícia. No que ela avisou, a polícia ligou e o cara escutou. Já arrancou ela debaixo da cama e mandou encher uma panelada de comida para ele”, explicou o irmão da vítima, que não foi identificado.

De acordo com o rapaz, Lázaro mandou que a adolescente e a mãe fossem andando na frente, enquanto o pai vinha atrás com Lázaro. O homem era mantido na mira do revolver a todo tempo.

“[Lázaro dizia] 'Desce correndo, passa aqui, passa no cascalho, anda dentro do rio, anda dentro do ‘poção’, não anda na areia não. Se olhar para trás eu atiro’”, acrescentou o jovem.

Fuga de Lázaro

Esperto, Lázaro ordenou que a adolescente tirasse uma camisa vermelha para que não chamasse atenção. “A polícia atrás, no vácuo. O helicóptero já chegou. Ele [Lázaro] escondeu e botou folha de coqueiro em cima. [...] Ele falou para o meu pai: 'eu queria errar tiro, mas eu não erro tiro' [...] e começou a troca de tiros", relatou o irmão da vítima.

Com a chegada dos policiais, Lázaro deixou a família e saiu correndo, onde os policiais perderam o rastro do criminoso.

Entenda por que é tão difícil prender Lázaro:

Caso Lázaro

Lázaro é buscado há 10 dias. Ele é suspeito de matar quatro pessoas de uma mesma família na zona rural do Distrito Federal no ultimo dia 9. Desde então, vem aterroizando propriedades rurais do entorno de Brasília. Atualmente, as buscas estão concentradas entre Cocalzinho de Goiás e Edilândia. A polícia acredita que ele está sozinho, sem apoio de ninguém. Familiares do criminoso já declararam que querem que ele seja preso.

Mais Lidas