Famosos

Além do caso Gugu, famílias de outros famosos mortos também brigam por heranças milionárias; veja valores das fortunas

No caso de Gugu, filhas do apresentador e mãe das garotas brigam contra filho mais velho e irmã do apresentador

Gabriel dos Santos Araujo Dias
Gabriel dos Santos Araujo Dias
Publicado em 17/09/2021 às 10:47
Reprodução
FOTO: Reprodução
Leitura:

O sonho de todo artista é ser lembrado pelo público mesmo após a morte. Em alguns casos, entretanto, alguns artistas acabam se mantendo na boca do povo mais por confusões de familiares do que pelo legado deixado. Um dos assuntos mais polêmicos costuma ser a disputa por heranças milionárias, quando os filhos, cônjuges, irmãos e até pais não concordam com a divisão deixada no testamento.

Desde 2019, quando o Brasil foi tomado pelo luto causado pela morte repentina e dramática de Gugu Liberato, por exemplo, os fãs do apresentador também acompanham a briga em torno da fortuna deixada por Gugu, que também era empresário. Estima-se que o montante deixado pelo loiro é de cerca de R$ 1 bilhão, mas, apesar de tanto dinheiro, os herdeiros não se entendem.

A briga na família Liberato tem um ponto principal: Rose Miriam, a mãe dos três filhos do apresentador. A grande questão é se ela deve ou não receber parte do dinheiro deixado por Gugu. É que, apesar de os dois terem aparecido em capas de revistas como um casal apaixonado a espera de seus filhos, a irmã do apresentador, Aparecida Liberato, questiona se os dois eram de fato um casal.

Ao contrário do que muitos acreditam, Aparecida diz que eles não eram um casal, que não viviam em união estável, e que Rose foi "apenas" escolhida para ser a mãe das crianças. Rose, entretanto, nega a versão e pede para ser reconhecida, a fim de receber parte do dinheiro. Na briga, as filhas de Gugu, Marina e Sofia (de 17 anos) estão do lado da mãe. Augusto Liberato, de 19 anos, concorda com a tia. A decisão sobre a divisão do patrimônio será dada pela Justiça.

Confira outros famosos que morreram, mas que a família briga ou já brigou por conta da herança

Chico Anysio

Chico Anysio é um dos maiores nomes do humor do Brasil. Mas, após a morte dele, em 2012, parte da família não sorriu com a herança deixada. É que um dos oito filhos do humorista, Lug de Paula, ficou de fora do documento que dividia a fortuna do pai. O documento foi anulado pela Justiça, o que causo discórdia entre a viúva, Malga di Paula, e outro filho de Chico, o ator Bruno Mazzeo. As informações são do UOL.

Marília Pera

A atriz Marília Pera morreu em 2015 e deixou uma herança avaliada em cerca de R$ 40 milhões. Pelo testamento, a maior parte do dinheiro iria para os filhos da atriz. No entanto, o viúvo de Marília, Bruno Faria, reclamou do teor do documento. Em 2019, chegaram a um acordo.

Mussum

A família de outro humorista também briga na Justiça por causa da herança. Neste caso, a de Mussum. Neste ano de 2021, Igor Palhano, que é o filho mais novo do artista morto em 1994, processou os quatro irmãos. De acordo com o UOL, ele reclama ter dificuldade de acesso ao dinheiro deixado pelo pai.

Neste caso, a briga começou, após a paternidade de Mussum ser reconhecida a Igor em 2019. O "novo filho" entrou na Justiça pedindo uma partilha retroativa nos bens do pai, além de direito verbas relacionadas a uso de imagem de Mussum. Os outros filhos, no entanto, dizem que Igor só tem direito aos bens a partir de 2019.

Marcos Paulo

Diretor da Globo morto em 2012, Marcos Paulo tinha três filhas. Elas brigaram na Justiça contra a madrasta, Antonia Fontenelle. Na última decisão, a Justiça foi favorável à viúva.

Joseph Safra

Deserdado, Alberto Safra, filho de Josefh Safra, foi à Justiça pedir para ser incluído nos bens da família. Joseph, que morreu em 2020, chegou a ser o homem mais rico do país e deixou uma fortuna de R$ 16 bilhões, segundo a Bloomberg, informou o UOL.

Mais Lidas