Vulcão nas Canárias ainda deve cuspir 20 milhões de metros cúbicos de lava, mas não há alerta de tsunami; veja últimas notícias e imagens

Vulcão nas ilhas Canárias entrou em erupção neste domingo (19), mas especialistas tranquilizam população e dizem que não há risco de tsunami

NATUREZA
Vulcão nas Canárias ainda deve cuspir 20 milhões de metros cúbicos de lava, mas não há alerta de tsunami; veja últimas notícias e imagens

Vulcão segue cuspindo fogo nas Ilhas Canárias - Foto: Reprodução/TV Canaria

Com o avançar da noite, as cores vibrantes do material quente que escorre pelo vulcão Cumbre Vieja, nas Ilhas Canárias, ficam ainda mais intensas. Pouco antes das 20h pelo horário de Brasília, a TV Canaria mostrava imagens incríveis da força da natureza. Mais de oito horas após o processo de erupção ter tido início, a calmaria ainda parece distante. Autoridades locais disseram em entrevista coletiva que ainda esperam entre 17 e 20 milhões de metros cúbicos de lava a serem expelidos pelo vulcão. 

Apesar das imagens ao mesmo tempo lindas e preocupantes, especialistas seguem confirmando que, além dos estragos ambientais provocados pela lava dentro da própria ilha de La Palma, não haverá nenhum risco para moradores de outras regiões do globo. Isto é, apesar da hipótese levantada de que uma erupção no Cumbre Vieja pudesse provocar um tsunami que atingisse o Brasil e outros países banhados pelo Oceano Atlântico, esta erupção é considerada pequena e, portanto, sem força para produzir grandes ondas no mar. 

O único tipo de erupção que poderia causar tamanho desastre seria a do tipo "explosiva" que, primeiro, levaria seríssimos danos para as Ilhas Canárias e regiões vizinhas como o Marrocos e, depois, poderia causar um tsunami no Atlântico. Ainda assim, na pior das hipóteses, a distância de mais de 4 mil quilômetros entre Cumbre Vieja e o Brasil muito provavelmente impediria que as ondas chegassem com altura e força suficientes para causar grandes transtornos ao nosso país. 

Novas imagens do vulcão Cumbre Vieja:

COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.