Caso Genivaldo de Jesus

GENIVALDO DE JESUS: Esposa da vítima diz que PRF agiu com crueldade e para matar

Homem foi morto dentro de viatura da PRF em Sergipe

Gabriel dos Santos
Gabriel dos Santos
Publicado em 26/05/2022 às 12:19 | Atualizado em 26/05/2022 às 12:19
Notícia
REPRODUÇÃO
Genivaldo de Jesus morreu asfixiado dentro de viatura da PRF, em violenta ação de dois policiais - FOTO: REPRODUÇÃO
Leitura:

A esposa de Genivaldo de Jesus, morto asfixiado por agentes da PRF que atearam fumaça dentro de uma viatura em Sergipe, não tem dúvidas: para ela, os policiais agiram para matar. 

“Eu não chamo nem de fatalidade. Isso aí foi um crime mesmo, eles agiram com crueldade pra matar mesmo ele", disse a viúva, Maria Fabiana dos Santos, ao G1.

O casal tinha um filho. Segundo a família, Genivaldo tinha esquizofrenia e tomava remédios há cerca de 20 anos. 

.

Com Genivaldo, policiais encontraram cartelas do medicamento. Mesmo desarmado, dois policiais se atiraram contra o homem que teve até o pescoço pressionado contra o chão. 

Dentro da viatura, eles colocaram algum produto que provocou grande volume de fumaça. De acordo com o Instituto de Medicina Legal (IML), Genivaldo morreu vítima de asfixia. 

O que diz a PRF?

Em nota, a PRF disse que vai investigar o caso. Os nomes dos dois policiais responsáveis pela morte de Genivaldo não foram divulgados. 

Comentários

Mais Lidas