Audioteca | CONSULTÓRIO

Especialistas falam sobre reconhecimento paterno


Graça Araújo conversou com a Juíza da vara da família Wilka Pinto Vilela e a presidente da Apemas Marli Silva sobre reconhecimento paterno

Publicado em 27/03/2017, às 19:26


Rádio Jornal

Foto: Reprodução/ Internet

Você sabia que há cerca de 350 mil pessoas sem o reconhecimento do pai em seus registros? No consultório desta segunda-feira (27), a comunicadora Graça Araújo conversou sobre pensão alimentícia com a Juíza da vara da família, Wilka Pinto Vilela e a presidente da Associação das Mães Solteiras (Apemas), Marli Silva.



A presidente da Apemas Marli Silva ressaltou a campanha “Paternidade Além das Grades”, organizada pela Ordem dos Advogados do Brasil em Pernambuco, junto à Associação Pernambucana das Mães Solteiras, que tem como objetivo trabalhar no reconhecimento de filiação entre pais e filhos ligados ao sistema carcerário. O projeto organiza um mutirão no fim do mês em seis unidades prisionais do Estado. A ideia é intermediar o processo para que mais filhos possam ter o nome do pai na certidão de nascimento.



SERVIÇO

As ações da campanha “Paternidade Além das Grades” acontecem entre os dias 27 e 31 de Março no Complexo do Curado, no Presídio de Igarassu, no Cotel e na Colônia Penal Feminina.


Audioteca

Especialistas falam sobre reconhecimento paterno



Publicado em 27/03/2017, às 19:26


Rádio Jornal

[IMAGEM]

Você sabia que há cerca de 350 mil pessoas sem o reconhecimento do pai em seus registros? No consultório desta segunda-feira (27), a comunicadora Graça Araújo conversou sobre pensão alimentícia com a Juíza da vara da família, Wilka Pinto Vilela e a presidente da Associação das Mães Solteiras (Apemas), Marli Silva.

[uolmais_audio 16175137]
[uolmais_audio 16175141]
[uolmais_audio 16175142]

A presidente da Apemas Marli Silva ressaltou a campanha “Paternidade Além das Grades”, organizada pela Ordem dos Advogados do Brasil em Pernambuco, junto à Associação Pernambucana das Mães Solteiras, que tem como objetivo trabalhar no reconhecimento de filiação entre pais e filhos ligados ao sistema carcerário. O projeto organiza um mutirão no fim do mês em seis unidades prisionais do Estado. A ideia é intermediar o processo para que mais filhos possam ter o nome do pai na certidão de nascimento.

SERVIÇO

As ações da campanha “Paternidade Além das Grades” acontecem entre os dias 27 e 31 de Março no Complexo do Curado, no Presídio de Igarassu, no Cotel e na Colônia Penal Feminina.