Audioteca | PROGRAMA MOVIMENTO

Você sabe a origem do São João?


Na coluna Tudo é História, o professor e historiador Lula Couto trouxe o tradicional e o moderno dos festejos de São João

Publicado em 23/06/2017, às 00:08


Rádio Jornal
Carol Santos

Quadrilha Junina Terror do Alto em apresentação no Sitio da Trindade (2016).
Foto: Carol Santos/Rádio Jornal

A maior festa que o Nordeste respeita está aí, batendo na porta da sua casa, sim, o São João. Celebração religiosa e cultural que tem o poder de contagiar com sua musicalidade, estética e, claro, as comidas típicas. O velho e bom milho nunca teve tanta versatilidade. O arrasta pé também não pode faltar para o "matuto"que se preze, em junho #SomosTodosMatutos.



Mas para chegar à mistura que resultou nas festa juninas, voltemos às origens. Segundo o historiador Lula Couto, a nossa identidade é formada por três origens iniciais: a portuguesa ibérica, s indígena e a africana. Ao logo do povoamento do país e processos migratórios, essas referências se ressignificaram. De acordo com o Lula a celebração de São João sofre influência da cultura colonizadora e isso se representa na queima da fogueira, nas quadrilhas e outros símbólos. Ouça o bate-papo entre o Comunicador Marcelo Araújo e o historiador Lula Couto.

Confira a coluna na íntegra:

Mande sugestões para o Programa Movimento através do e-mail movimento@radiojornal.com.br. Bom São João!


Audioteca

Você sabe a origem do São João?



Publicado em 23/06/2017, às 00:08


Rádio Jornal
Carol Santos

[IMAGEM]

A maior festa que o Nordeste respeita está aí, batendo na porta da sua casa, sim, o São João. Celebração religiosa e cultural que tem o poder de contagiar com sua musicalidade, estética e, claro, as comidas típicas. O velho e bom milho nunca teve tanta versatilidade. O arrasta pé também não pode faltar para o "matuto"que se preze, em junho #SomosTodosMatutos.

Mas para chegar à mistura que resultou nas festa juninas, voltemos às origens. Segundo o historiador Lula Couto, a nossa identidade é formada por três origens iniciais: a portuguesa ibérica, s indígena e a africana. Ao logo do povoamento do país e processos migratórios, essas referências se ressignificaram. De acordo com o Lula a celebração de São João sofre influência da cultura colonizadora e isso se representa na queima da fogueira, nas quadrilhas e outros símbólos. Ouça o bate-papo entre o Comunicador Marcelo Araújo e o historiador Lula Couto.

Confira a coluna na íntegra:

[uolmais_audio 16251251]

Mande sugestões para o Programa Movimento através do e-mail movimento@radiojornal.com.br. Bom São João!