Notícia | BASTIDORES: MELHORES DE 2016

Perdeu o resultado dos melhores do ano? Confira os vencedores!


Foram mais de 30 mil votos nas doze categorias dos melhores do ano da TV e da música em 2016

Publicado em 14/01/2017, às 15:46

Rádio Jornal
Rafael Souza

Após quinze dias de votação, a brincadeira dos melhores do ano da coluna "Bastidores" chegou ao fim. Foram mais de 30 mil votos em doze categorias que simbolizam a preferência do público ouvinte e internauta da Rádio Jornal na televisão e na música em 2016. O jornalista Rafael Souza, que comanda a coluna durante todo o ano, apresentou os resultados durante o programa "Movimento", apresentado por Marcelo Araújo. Confira os resultados:

MELHOR NOVELA

VENCEDORA: "Eta Mundo Bom", com 51% dos votos.

Produto mais visto da televisão brasileira, a categoria novela ficou entre as mais votadas e teve uma das disputas mais acirradas. Sucesso de audiência e muito querida entre todas as faixas de público, a novela das seis "Eta Mundo Bom" (TV Globo) foi a grande vencedora com 51% dos votos. Bateu a elogiada "Velho Chico" (TV Globo), que ficou com 46%. Sucesso na faixa das sete, "Totalmente Demais" (TV Globo) recebeu apenas 3% dos votos.

MELHOR ATRIZ

VENCEDORA: Lucy Alves, a Luzia de "Velho Chico", com 57% dos votos.

Estreante nas novelas, a cantora Lucy Alves foi a grande vencedora na categoria melhor atriz. A categoria, por sinal, foi a segunda que mais obteve votos na premiação: foram mais de cinco mil. Lucy, que interpretou Luzia em "Velho Chico" conquistou 57% dos votos, abrindo vantagem sobre Adriana Esteves, que interpretou Fátima na série "Justiça" (TV Globo), que somou 37%. Selma Egrei, a Dona Encarnação de "Velho Chico", ficou com 6% dos votos.

MELHOR ATOR

VENCEDOR: Sérgio Guizé, o Candinho de "Eta Mundo Bom", com 55% dos votos.

Essa foi a categoria com o maior número de votos na disputa dos melhores do ano da Rádio Jornal: 5 mil e 800 votos! E o vencedor ganhou com uma folga de 55% dos votos. O mérito foi de Sérgio Guizé, consagrado como o carismático Candinho, de "Eta Mundo Bom". Em segundo lugar, com 41%, Domingos Monatagner que faleceu nas águas do Rio São Francisco após gravar cenas do personagem Santo, de "Velho Chico". O pernambucano Irandir Santos, o Bento de "Velho Chico", recebeu 4% dos votos.

MELHOR PROGRAMA DE TV

VENCEDOR: "MasterChef Profissionais", com 55% dos votos.

Um programa de humor e um de música disputaram o troféu. Mas foi uma competição culinária a grande vencedora. O reality show "MasterChef Profissionais" (Band) recebeu 55% dos votos. Superou o "The Voice Kids" (Tv Globo) que recebeu 28% dos votos e o "Tá no Ar: a TV na TV" (TV Globo), que ficou com 17% dos votos.

MELHOR APRESENTADOR(A) DE TV

VENCEDOR: Geraldo Luís, do "Domingo Show", com 50% dos votos.

Quarta categoria mais votada entre as doze disponíveis, com mais de quatro mil votos, a enquete de melhor apresentador(a) foi uma das grandes surpresas. Festejado pela maioria do público, Silvio Santos ("Programa Silvio Santos", SBT) foi derrotado. O vencedor, com 50% dos votos, foi Geraldo Luís ("Domingo Show", Record). O "homem do báu" ficou em segundo lugar com 43%. Já Fátima Bernardes ("Encontro", TV Globo) recebeu 7% dos votos.

MELHOR SÉRIE DE TV BRASILEIRA

VENCEDORA: "Conselho Tutelar", com 81% dos votos.

Temos nessa categoria a grande "zebra": a vitória de "Conselho Tutelar" (TV Record) com 81% dos votos. Foi o maior percentual de um indicado na história dos melhores do ano (2015-2016). Com mais audiência e repercussão - e gravada no Recife -  a série "Justiça" (TV Globo) ficou com 16%. Já a minissérie "Ligações Perigosas" (TV Globo) obteve apenas 3% dos votos.

MELHOR SÉRIE DE TV ESTRANGEIRA

VENCEDORA: "Stranger Things", do Netflix, com 47% dos votos.

Uma aposta do canal Netfliz na nostalgia dos anos 80 conquistou a maioria dos votantes nessa categoria. A badalada "Stranger Things" abocanhou 47% dos votos. Quase empatadas, as séries "Game of Thrones", com 27%, e "Black Mirror", que ficou com 26%.

MELHOR FILME NACIONAL

VENCEDOR: "O Shaolin do Sertão", com 38% dos votos.

A categoria mais equilibrada da disputa teve um vencedor com uma vantagem de três pontos percentuais. Com muito bom humor, "O Shaolin do Sertão", de Halder Gomes (mesmo diretor do sucesso "Cine Holliúdy"), foi o vencedor com 38%. Bateu o filme mais comentado do ano, "Aquarius", do pernambucano Kleber Mendonça Filho, que recebeu 35% dos votos. Inspirado e com cenas da novela da Record, "Os Dez Mandamentos: o filme" ficou com 26% dos votos.

MELHOR CANTORA

VENCEDORA: Marília Mendonça, com 57% dos votos.

Três grandes nomes da música em 2016 se enfrentaram e uma delas ganhou fácil. A sertaneja Marília Mendonça foi a grande vencedora com 57% dos votos. Marília superou a (ex)funkeira Anitta, que totalizou 33% dos votos. Já Nayara Azevedo ficou em terceiro lugar com 10%.

MELHOR CANTOR

VENCEDOR: Wesley Safadão, com 46% dos votos.

Apenas três pontos percentuais separaram os dois primeiro colocados nessa categoria. Pelo segundo ano consecutivo, Wesley Safadão venceu. Ele recebeu 46% dos votos contra 43% de Luan Santana. Destaque do ano, o cantor Tiago Iorc não passou dos 11%.

MELHOR BANDA / DUPLA MUSICAL

VENCEDORES: Henrique e Juliano, com 47% dos votos.

Categoria estreante na competição dos melhores do ano, a disputa de melhor banda ou música foi a mais apertada. Os sertanejos Henrique e Juliano venceram de virada com 47% dos votos contra 45% da banda caruaruense Fulô de Mandacaru, que venceu o programa "Superstar" da Globo. Bem distande, com 8%, a dupla Maiara e Maraísa.

MÚSICA DO ANO

VENCEDORA: "Amei te ver", cantada por Tiago Iorc, com 49% dos votos.

Categoria que sempre encerra a brincadeira, música do ano teve a vitória de Tiago Iorc, intérprete de "Amei te ver", que venceu com 49% dos votos. Em segundo lugar, com 33%, o rit "Infiel", de Marília Mendonça. Já "Cinquenta Reais", de Nayara Azevedo e Maiara e Maraísa, recebeu 18% dos votos.

COLUNA BASTIDORES

A coluna "Bastidores" vai ao ar todas as noites, de terça a sexta, no programa "Movimento", da Rádio Jornal, sempre que não houver futebol. O jornalista Rafael Souza fala de TV, rádio, internet e das novidades e curiosidades da comunicação, além de receber convidados. Sempre às 21h.

Fonte: Rádio Jornal

Recomendados para você

Publicidade

Comentários

Notícia

Perdeu o resultado dos melhores do ano? Confira os vencedores!



Publicado em 14/01/2017, às 15:46


Rádio Jornal
Rafael Souza

Após quinze dias de votação, a brincadeira dos melhores do ano da coluna "Bastidores" chegou ao fim. Foram mais de 30 mil votos em doze categorias que simbolizam a preferência do público ouvinte e internauta da Rádio Jornal na televisão e na música em 2016. O jornalista Rafael Souza, que comanda a coluna durante todo o ano, apresentou os resultados durante o programa "Movimento", apresentado por Marcelo Araújo. Confira os resultados:

MELHOR NOVELA

VENCEDORA: "Eta Mundo Bom", com 51% dos votos.

Produto mais visto da televisão brasileira, a categoria novela ficou entre as mais votadas e teve uma das disputas mais acirradas. Sucesso de audiência e muito querida entre todas as faixas de público, a novela das seis "Eta Mundo Bom" (TV Globo) foi a grande vencedora com 51% dos votos. Bateu a elogiada "Velho Chico" (TV Globo), que ficou com 46%. Sucesso na faixa das sete, "Totalmente Demais" (TV Globo) recebeu apenas 3% dos votos.

MELHOR ATRIZ

VENCEDORA: Lucy Alves, a Luzia de "Velho Chico", com 57% dos votos.

Estreante nas novelas, a cantora Lucy Alves foi a grande vencedora na categoria melhor atriz. A categoria, por sinal, foi a segunda que mais obteve votos na premiação: foram mais de cinco mil. Lucy, que interpretou Luzia em "Velho Chico" conquistou 57% dos votos, abrindo vantagem sobre Adriana Esteves, que interpretou Fátima na série "Justiça" (TV Globo), que somou 37%. Selma Egrei, a Dona Encarnação de "Velho Chico", ficou com 6% dos votos.

MELHOR ATOR

VENCEDOR: Sérgio Guizé, o Candinho de "Eta Mundo Bom", com 55% dos votos.

Essa foi a categoria com o maior número de votos na disputa dos melhores do ano da Rádio Jornal: 5 mil e 800 votos! E o vencedor ganhou com uma folga de 55% dos votos. O mérito foi de Sérgio Guizé, consagrado como o carismático Candinho, de "Eta Mundo Bom". Em segundo lugar, com 41%, Domingos Monatagner que faleceu nas águas do Rio São Francisco após gravar cenas do personagem Santo, de "Velho Chico". O pernambucano Irandir Santos, o Bento de "Velho Chico", recebeu 4% dos votos.

MELHOR PROGRAMA DE TV

VENCEDOR: "MasterChef Profissionais", com 55% dos votos.

Um programa de humor e um de música disputaram o troféu. Mas foi uma competição culinária a grande vencedora. O reality show "MasterChef Profissionais" (Band) recebeu 55% dos votos. Superou o "The Voice Kids" (Tv Globo) que recebeu 28% dos votos e o "Tá no Ar: a TV na TV" (TV Globo), que ficou com 17% dos votos.

MELHOR APRESENTADOR(A) DE TV

VENCEDOR: Geraldo Luís, do "Domingo Show", com 50% dos votos.

Quarta categoria mais votada entre as doze disponíveis, com mais de quatro mil votos, a enquete de melhor apresentador(a) foi uma das grandes surpresas. Festejado pela maioria do público, Silvio Santos ("Programa Silvio Santos", SBT) foi derrotado. O vencedor, com 50% dos votos, foi Geraldo Luís ("Domingo Show", Record). O "homem do báu" ficou em segundo lugar com 43%. Já Fátima Bernardes ("Encontro", TV Globo) recebeu 7% dos votos.

MELHOR SÉRIE DE TV BRASILEIRA

VENCEDORA: "Conselho Tutelar", com 81% dos votos.

Temos nessa categoria a grande "zebra": a vitória de "Conselho Tutelar" (TV Record) com 81% dos votos. Foi o maior percentual de um indicado na história dos melhores do ano (2015-2016). Com mais audiência e repercussão - e gravada no Recife -  a série "Justiça" (TV Globo) ficou com 16%. Já a minissérie "Ligações Perigosas" (TV Globo) obteve apenas 3% dos votos.

MELHOR SÉRIE DE TV ESTRANGEIRA

VENCEDORA: "Stranger Things", do Netflix, com 47% dos votos.

Uma aposta do canal Netfliz na nostalgia dos anos 80 conquistou a maioria dos votantes nessa categoria. A badalada "Stranger Things" abocanhou 47% dos votos. Quase empatadas, as séries "Game of Thrones", com 27%, e "Black Mirror", que ficou com 26%.

MELHOR FILME NACIONAL

VENCEDOR: "O Shaolin do Sertão", com 38% dos votos.

A categoria mais equilibrada da disputa teve um vencedor com uma vantagem de três pontos percentuais. Com muito bom humor, "O Shaolin do Sertão", de Halder Gomes (mesmo diretor do sucesso "Cine Holliúdy"), foi o vencedor com 38%. Bateu o filme mais comentado do ano, "Aquarius", do pernambucano Kleber Mendonça Filho, que recebeu 35% dos votos. Inspirado e com cenas da novela da Record, "Os Dez Mandamentos: o filme" ficou com 26% dos votos.

MELHOR CANTORA

VENCEDORA: Marília Mendonça, com 57% dos votos.

Três grandes nomes da música em 2016 se enfrentaram e uma delas ganhou fácil. A sertaneja Marília Mendonça foi a grande vencedora com 57% dos votos. Marília superou a (ex)funkeira Anitta, que totalizou 33% dos votos. Já Nayara Azevedo ficou em terceiro lugar com 10%.

MELHOR CANTOR

VENCEDOR: Wesley Safadão, com 46% dos votos.

Apenas três pontos percentuais separaram os dois primeiro colocados nessa categoria. Pelo segundo ano consecutivo, Wesley Safadão venceu. Ele recebeu 46% dos votos contra 43% de Luan Santana. Destaque do ano, o cantor Tiago Iorc não passou dos 11%.

MELHOR BANDA / DUPLA MUSICAL

VENCEDORES: Henrique e Juliano, com 47% dos votos.

Categoria estreante na competição dos melhores do ano, a disputa de melhor banda ou música foi a mais apertada. Os sertanejos Henrique e Juliano venceram de virada com 47% dos votos contra 45% da banda caruaruense Fulô de Mandacaru, que venceu o programa "Superstar" da Globo. Bem distande, com 8%, a dupla Maiara e Maraísa.

MÚSICA DO ANO

VENCEDORA: "Amei te ver", cantada por Tiago Iorc, com 49% dos votos.

Categoria que sempre encerra a brincadeira, música do ano teve a vitória de Tiago Iorc, intérprete de "Amei te ver", que venceu com 49% dos votos. Em segundo lugar, com 33%, o rit "Infiel", de Marília Mendonça. Já "Cinquenta Reais", de Nayara Azevedo e Maiara e Maraísa, recebeu 18% dos votos.

COLUNA BASTIDORES

A coluna "Bastidores" vai ao ar todas as noites, de terça a sexta, no programa "Movimento", da Rádio Jornal, sempre que não houver futebol. O jornalista Rafael Souza fala de TV, rádio, internet e das novidades e curiosidades da comunicação, além de receber convidados. Sempre às 21h.

Fonte: Rádio Jornal