Notícia | PROTESTOS

Dia Nacional de Lutas: peça contra reforma da previdência encerra ato


A peça teatral do Dia Nacional de Lutas mostrou as dificuldades para um cidadão conseguir se aposentar com a reforma da Previdência

Publicado em 15/03/2017, às 13:54

Rádio Jornal

Foto: Marcela Maranhão/ Rádio Jornal

O Dia Nacional de Lutas contra a Reforma da Previdência proposta pelo presidente Michel Temer, aqui no Recife, encerrou as atividades por volta das 13h30, com uma apresentação teatral na Avenida Dantas Barreto.

O ator Carlos Pitóia, da companhia de teatro TV Sindical, interpretou um personagem que representa muitos trabalhadores brasileiros. “Seu João é um cidadão que já era para ter se aposentado e tá aí penando porque ele quer uma aposentadoria integral, mas ele precisa contribuir ainda com mais 12 anos para poder conseguir. E está perecendo porque já tem problemas de saúde seríssimos”, detalhou.



A peça teve direito até a um personagem que representa uma caricatura do próprio presidente Temer.

A professora Daniela Alencar, de 39 anos, veio participar desse Dia Nacional de Lutas e diz que a PEC 287 é prejudicial sobretudo para as mulheres, já que iguala a idade para aposentadoria para homens e mulheres, desconsiderando o fato de muitas mulheres terem jornada dupla.

Confira os detalhes na reportagem de Marcela Maranhão:

Protesto

Lideranças das principais centrais sindicais e a sociedade civil se reuniram desde as 9h no movimento intitulado Dia Nacional de Lutas, que tem o intuito de pressionar o congresso a não aprovar a PEC 287, que é exatamente a proposta que pode acabar com a previdência social e aumentar consideravelmente o tempo que é necessário para o trabalhador se aposentar.

Recomendados para você

Comentários

Notícia

Dia Nacional de Lutas: peça contra reforma da previdência encerra ato



Publicado em 15/03/2017, às 13:54


Rádio Jornal

[IMAGEM]

O Dia Nacional de Lutas contra a Reforma da Previdência proposta pelo presidente Michel Temer, aqui no Recife, encerrou as atividades por volta das 13h30, com uma apresentação teatral na Avenida Dantas Barreto.

O ator Carlos Pitóia, da companhia de teatro TV Sindical, interpretou um personagem que representa muitos trabalhadores brasileiros. “Seu João é um cidadão que já era para ter se aposentado e tá aí penando porque ele quer uma aposentadoria integral, mas ele precisa contribuir ainda com mais 12 anos para poder conseguir. E está perecendo porque já tem problemas de saúde seríssimos”, detalhou.

A peça teve direito até a um personagem que representa uma caricatura do próprio presidente Temer.

A professora Daniela Alencar, de 39 anos, veio participar desse Dia Nacional de Lutas e diz que a PEC 287 é prejudicial sobretudo para as mulheres, já que iguala a idade para aposentadoria para homens e mulheres, desconsiderando o fato de muitas mulheres terem jornada dupla.

Confira os detalhes na reportagem de Marcela Maranhão:

[uolmais_audio 16164442]

Protesto

Lideranças das principais centrais sindicais e a sociedade civil se reuniram desde as 9h no movimento intitulado Dia Nacional de Lutas, que tem o intuito de pressionar o congresso a não aprovar a PEC 287, que é exatamente a proposta que pode acabar com a previdência social e aumentar consideravelmente o tempo que é necessário para o trabalhador se aposentar.