Interior | CASO BEATRIZ

Gleide Ângelo faz apelo para identificar assassino de Beatriz


Delegada pediu à população que ajude a polícia com quaisquer informações sobre o homem

Publicado em 16/03/2017, às 09:10

Rádio Jornal
Rebeca Montenegro

Foto: Reprodução/SDS

Um ano e três meses após o assassinato da menina Beatriz Angélica Mota em Petrolina, no Sertão do Estado, a delegada Gleide Ângelo, que assumiu o caso no ano passado, divulgou as imagens que revelam a identidade do suspeito.

» Polícia divulga imagens do assassino da menina Beatriz Mota 
» Pai da menina Beatriz fala sobre imagens divulgadas do suspeito 

A delegada, agora, faz um apelo à população por nome, endereço ou qualquer outra informação que leve a polícia até o suspeito. Após a divulgação das imagens, o pai da menina Beatriz, Sandro Romilton, comentou que a notícia foi recebida com ansiedade pela família e que o homem não é conhecido. Ouça a fala completa na reportagem de Marco Aurélio:



Investigação

De acordo com Gleide Ângelo, a polícia está disponibilizando telefones e um whatsapp exclusivo para receber informações sobre o acusado. "A gente tá mostrando à população o rosto do assassino da menina Beatriz. A gente pede à população, agora, que nos ajude na identificação", disse a delegada. Ouça a fala completa:

Já o perito Gilmário Melo detalhou a linha de investigação adotada pela polícia. Foram analisadas 40 câmeras da escola onde a menina foi morta, além do circuito de outras dezenas de estabelecimentos próximos. As investigações estão em andamento desde janeiro de 2016 e continuam com foco nas câmeras por onde o assassino pode ter passado.

Mais detalhes sobre as investigações vão ser concedidos à imprensa na tarde desta quinta-feira (16), em coletiva na sede da OAB em Juazeiro (BA). A recompensa por qualquer informação que se prove verdadeira sobre o suspeito é de R$ 10 mil.

Recomendados para você

Comentários

Interior

Gleide Ângelo faz apelo para identificar assassino de Beatriz



Publicado em 16/03/2017, às 09:10


Rádio Jornal
Rebeca Montenegro

[IMAGEM]

Um ano e três meses após o assassinato da menina Beatriz Angélica Mota em Petrolina, no Sertão do Estado, a delegada Gleide Ângelo, que assumiu o caso no ano passado, divulgou as imagens que revelam a identidade do suspeito.

» Polícia divulga imagens do assassino da menina Beatriz Mota 
» Pai da menina Beatriz fala sobre imagens divulgadas do suspeito 

A delegada, agora, faz um apelo à população por nome, endereço ou qualquer outra informação que leve a polícia até o suspeito. Após a divulgação das imagens, o pai da menina Beatriz, Sandro Romilton, comentou que a notícia foi recebida com ansiedade pela família e que o homem não é conhecido. Ouça a fala completa na reportagem de Marco Aurélio:

[uolmais_audio 16165288]

Investigação

De acordo com Gleide Ângelo, a polícia está disponibilizando telefones e um whatsapp exclusivo para receber informações sobre o acusado. "A gente tá mostrando à população o rosto do assassino da menina Beatriz. A gente pede à população, agora, que nos ajude na identificação", disse a delegada. Ouça a fala completa:

[uolmais_audio 16165292]

Já o perito Gilmário Melo detalhou a linha de investigação adotada pela polícia. Foram analisadas 40 câmeras da escola onde a menina foi morta, além do circuito de outras dezenas de estabelecimentos próximos. As investigações estão em andamento desde janeiro de 2016 e continuam com foco nas câmeras por onde o assassino pode ter passado.

[uolmais_audio 16165290]

Mais detalhes sobre as investigações vão ser concedidos à imprensa na tarde desta quinta-feira (16), em coletiva na sede da OAB em Juazeiro (BA). A recompensa por qualquer informação que se prove verdadeira sobre o suspeito é de R$ 10 mil.