Interior | POLÍTICA

Ex-prefeitos de Carpina e Lagoa do Carro são presos por corrupção


Carlinhos do Moinho e Tota Barreto foram presos por fraude em licitação e lavagem de dinheiro. Operação investiga crimes em Carpina, Lagoa de Itaenga, Lagoa do Carro e Recife

Publicado em 09/06/2017, às 11:28

Rádio Jornal

Foto: Juliana Oliveira/Rádio Jornal
Foto: Juliana Oliveira/Rádio Jornal

A Polícia Civil de Pernambuco deflagrou, na manhã desta sexta-feira (9), a "Operação "Fraus" de combate a crimes de falsidade ideológica, fraudes em licitação, peculato, corrupção, associação criminosa e lavagem de dinheiro em municípios de Carpina, Lagoa do Carro, Lagoa de Itaenga, na Zona da Mata Norte, e no Recife. A ação cumpriu mandados de prisão contra o ex-prefeito da cidade de Carpina, Carlos Vicente de Arruda Silva, conhecido por "Carlos do Moinho", e o ex-prefeito do município de Lagoa do Carro e atual vereador da cidade de Carpina, Antônio Carlos Guerra Barreto, popularmente chamado por "Tota Barreto".

Além dos presos, estão sendo cumpridos 14 mandados de busca e apreensão e seis mandados de condução coercitiva, todos expedidos pela Vara Criminal da Comarca de Carpina. Saiba mais nas reportagens de Ramos Silva e de Juliana Oliveira:

Participam da operação 102 policiais civis. As informações da operação estão sendo concentradas na 16ª Delegacia de Plantão Policial em Limoeiro. O responsável é o Delegado Nehemias Falcão, diretor da Polícia Civil de Pernambuco.



Investigação do TCE

Em nota, o Tribunal de Contas do Estado (TCE) afirmou que está colaborando com a Polícia Civil de Pernambuco e com o Ministério Público do Estado. A conselheira Teresa Duere, determinou o imediato envio de documentos e provas aos delegados especializados e aos membros do MPPE. A documentação foi obtida na fiscalização em órgãos públicos de Carpina e região.

No texto, o TCE diz que "continuará à disposição para novas etapas da investigação, caso se faça necessário", além de "continuar colaborando com as operações de repressão qualificada do Ministério Público e da Polícia Civil, dentro de suas atribuições de auditoria em contas e contratos públicos".


Recomendados para você

Comentários

Interior

Ex-prefeitos de Carpina e Lagoa do Carro são presos por corrupção



Publicado em 09/06/2017, às 11:28


Rádio Jornal

[IMAGEM]

A Polícia Civil de Pernambuco deflagrou, na manhã desta sexta-feira (9), a "Operação "Fraus" de combate a crimes de falsidade ideológica, fraudes em licitação, peculato, corrupção, associação criminosa e lavagem de dinheiro em municípios de Carpina, Lagoa do Carro, Lagoa de Itaenga, na Zona da Mata Norte, e no Recife. A ação cumpriu mandados de prisão contra o ex-prefeito da cidade de Carpina, Carlos Vicente de Arruda Silva, conhecido por "Carlos do Moinho", e o ex-prefeito do município de Lagoa do Carro e atual vereador da cidade de Carpina, Antônio Carlos Guerra Barreto, popularmente chamado por "Tota Barreto".

Além dos presos, estão sendo cumpridos 14 mandados de busca e apreensão e seis mandados de condução coercitiva, todos expedidos pela Vara Criminal da Comarca de Carpina. Saiba mais nas reportagens de Ramos Silva e de Juliana Oliveira:

[uolmais_audio 16239512]

[uolmais_audio 16239521]

Participam da operação 102 policiais civis. As informações da operação estão sendo concentradas na 16ª Delegacia de Plantão Policial em Limoeiro. O responsável é o Delegado Nehemias Falcão, diretor da Polícia Civil de Pernambuco.

Investigação do TCE

Em nota, o Tribunal de Contas do Estado (TCE) afirmou que está colaborando com a Polícia Civil de Pernambuco e com o Ministério Público do Estado. A conselheira Teresa Duere, determinou o imediato envio de documentos e provas aos delegados especializados e aos membros do MPPE. A documentação foi obtida na fiscalização em órgãos públicos de Carpina e região.

No texto, o TCE diz que "continuará à disposição para novas etapas da investigação, caso se faça necessário", além de "continuar colaborando com as operações de repressão qualificada do Ministério Público e da Polícia Civil, dentro de suas atribuições de auditoria em contas e contratos públicos".