Notícia | entrevista

Transporte de cargas e mercadorias é alvo de bandidos em Pernambuco


Somente nesta semana, quatro caminhões foram roubados nas rodovias do Recife e Região Metropolitana; transporte de cargas vive insegurança

Publicado em 20/07/2017, às 09:58

Rádio Jornal

Reprodução/Google Maps
Reprodução/Google Maps

O presidente da Associação Pernambucana de Atacadistas e Distribuidores (ASPA), José Luiz Torres, afirmou que o transporte de mercadorias no estado está sendo alvo de bandidos. Em entrevista concedida à Rádio Jornal, na manhã desta quinta-feira (20), o representante também confirma que quatro caminhões foram assaltos desde a última segunda-feira. 

Confira a entrevista na íntegra:

"Nós estamos passando um momento complicado. Esta semana tivemos quatro caminhões roubados. Temos um trabalho social, pois levamos alimentos e produtos a lugares onde a indústria não consegue levar. Estamos sofrendo com a insegurança nas estradas, principalmente na região da Arena de Pernambuco, na BR-232 e no Cabo de Santo Agostinho", disse o presidente. 



José Luiz também colocou em discussão o alto custo do transporte em um cenário de insegurança. "O aumento dos custos dos fretes está provocando o desabastecimento do mercado. Precisamos que o Governo nos dê mais segurança em troca dos impostos que pagamos". 

Por fim, o presidente da ASPA relatou a dificuldade do trabalho. "Somos geradores de emprego e abastecemos todo o mercado de Pernambuco. Estamos vendo que o estado está ficando como o Rio de Janeiro, onde é impossível de se trabalhar por um grande número de roubo de cargas e o prejuízo é muito grande". 


Recomendados para você

Comentários

Notícia

Transporte de cargas e mercadorias é alvo de bandidos em Pernambuco



Publicado em 20/07/2017, às 09:58


Rádio Jornal

[IMAGEM]

O presidente da Associação Pernambucana de Atacadistas e Distribuidores (ASPA), José Luiz Torres, afirmou que o transporte de mercadorias no estado está sendo alvo de bandidos. Em entrevista concedida à Rádio Jornal, na manhã desta quinta-feira (20), o representante também confirma que quatro caminhões foram assaltos desde a última segunda-feira. 

Confira a entrevista na íntegra:

"Nós estamos passando um momento complicado. Esta semana tivemos quatro caminhões roubados. Temos um trabalho social, pois levamos alimentos e produtos a lugares onde a indústria não consegue levar. Estamos sofrendo com a insegurança nas estradas, principalmente na região da Arena de Pernambuco, na BR-232 e no Cabo de Santo Agostinho", disse o presidente. 

José Luiz também colocou em discussão o alto custo do transporte em um cenário de insegurança. "O aumento dos custos dos fretes está provocando o desabastecimento do mercado. Precisamos que o Governo nos dê mais segurança em troca dos impostos que pagamos". 

Por fim, o presidente da ASPA relatou a dificuldade do trabalho. "Somos geradores de emprego e abastecemos todo o mercado de Pernambuco. Estamos vendo que o estado está ficando como o Rio de Janeiro, onde é impossível de se trabalhar por um grande número de roubo de cargas e o prejuízo é muito grande".