Notícia | SAÚDE

Pacientes com fibromialgia são mais sensíveis à dor do que restante da população


A fibromialgia causa muitas dores e em pontos diferentes do corpo. A doença atinge principalmente as mulheres

Publicado em 22/09/2017, às 17:46

Rádio Jornal

Foto: Reprodução/ Internet

A fibromialgia, doença que ganhou repercussão após a cantora Lady Gaga cancelar sua participação no Rock in Rio por sentir fortes dores, foi o tema do Consultório de Graça desta sexta-feira (22). A fibromialgia atinge com mais intensidade as mulheres: dez vezes mais que os homens.

Sobre a fibromialgia, Graça Araújo entrevistou o reumatologista Fernando Cavalcanti e a médica pediatra e acupunturista Ananília Finizola.



"As pessoas começam a sentir muita dor em pontos diferentes (...) Interfere muito com a qualidade de vida das pessoas, realmente a pessoa com fibromialgia sente muita dor", alertou o reumatologista. "A fibromialgia é de crises e remissões. No caso da Lady Gaga o diagnóstico inicial tempos atrás foi de que ela tinha artrite reumatoide, depois foi dado o diagnóstico de que ela tinha lúpus e agora foi dado o diagnóstico de fibromialgia", explicou, acrescentando que não é uma doença que precise de internação.  

Tratamento

Segundo Ananília, a acupuntura atua basicamente na dor, mas o cérebro do paciente com fibromialgia libera menos serotonina. "A acupuntura atua liberando esses neurotransmissores especialmente a serotonina e fazendo com que o próprio organismo libere mais neurotransmissores e o paciente com isso sente um maior bem estar", explicou. O paciente com fibromialgia precisa de um tratamento multidisciplinar. "O paciente com fibromialgia é mais sensível à dor do que a população em geral. A dor dele é muito maior do que no outro", esclareceu a acupunturista.  

Ouça o programa completo e tire mais dúvidas sobre o problema:

 


Recomendados para você

Comentários

Notícia

Pacientes com fibromialgia são mais sensíveis à dor do que restante da população



Publicado em 22/09/2017, às 17:46


Rádio Jornal

[IMAGEM]

A fibromialgia, doença que ganhou repercussão após a cantora Lady Gaga cancelar sua participação no Rock in Rio por sentir fortes dores, foi o tema do Consultório de Graça desta sexta-feira (22). A fibromialgia atinge com mais intensidade as mulheres: dez vezes mais que os homens.

Sobre a fibromialgia, Graça Araújo entrevistou o reumatologista Fernando Cavalcanti e a médica pediatra e acupunturista Ananília Finizola.

"As pessoas começam a sentir muita dor em pontos diferentes (...) Interfere muito com a qualidade de vida das pessoas, realmente a pessoa com fibromialgia sente muita dor", alertou o reumatologista. "A fibromialgia é de crises e remissões. No caso da Lady Gaga o diagnóstico inicial tempos atrás foi de que ela tinha artrite reumatoide, depois foi dado o diagnóstico de que ela tinha lúpus e agora foi dado o diagnóstico de fibromialgia", explicou, acrescentando que não é uma doença que precise de internação.  

Tratamento

Segundo Ananília, a acupuntura atua basicamente na dor, mas o cérebro do paciente com fibromialgia libera menos serotonina. "A acupuntura atua liberando esses neurotransmissores especialmente a serotonina e fazendo com que o próprio organismo libere mais neurotransmissores e o paciente com isso sente um maior bem estar", explicou. O paciente com fibromialgia precisa de um tratamento multidisciplinar. "O paciente com fibromialgia é mais sensível à dor do que a população em geral. A dor dele é muito maior do que no outro", esclareceu a acupunturista.  

Ouça o programa completo e tire mais dúvidas sobre o problema:

[uolmais_audio 16318106]

[uolmais_audio 16318108]

[uolmais_audio 16318110]

[uolmais_audio 16318111]