BBB 22

Jessilane desabafa sobre ataques racistas após criticar Arthur Aguiar

Jessilane afirmou estar sofrendo ataques racistas após criticar Arthur Aguiar no Dia 101 do BBB 22

Vitória Floro
Vitória Floro
Publicado em 02/05/2022 às 10:59
Notícia
Reprodução / TV Globo
Jessilane afirmou estar sofrendo ataques racistas após criticar Arthur Aguiar no Dia 101 do BBB 22 - FOTO: Reprodução / TV Globo
Leitura:

A ex-BBB Jessilane Alves, usou as suas redes sociais para desabafar sobre os ataques que vem recebendo desde que sua fala sobre a vitória de Arthur Aguiar foi exibida no episódio especial de reencontro dos participantes do BBB 22, o  "Dia 101".

Na ocasião, Tadeu Schmidt pergunta aos ex-confinados quem não mereceu chegar até onde chegou. Jessi responde e aponta que Arthur não deveria ter sido o campeão do programa. "Outras pessoas que estavam aqui jogaram muito mais, fizeram muito mais e não tiveram essa oportunidade", explicou a professora no momento.

"Várias outras situações aconteceram, que eu acho que fizeram com que outras pessoas merecessem mais que o Arthur. Como a torcida dele era muito forte, acabou eliminando pessoas também muito fortes", explicou.

A padaria, como é conhecida torcida do campeão do BBB 22, não gostou do posicionamento de Jessi. Assim que o Dia 101 foi ao ar, os fãs do artista começaram a repercutir de forma negativa a atitude da professora.

Durante a sua fala, ainda no Dia 101, Jessi já havia explicado que estava sofrendo ataques da torcida do ex-colega de confinamento, os comentários negativos aumentaram após o acontecido.

.

Por meio dos stories do Instagram, a professora de Biologia relembrou que os ataques começaram a acontecer após sua fala no Dia 101.

"Resolvi passar aqui para falar o que vem acontecendo nas minhas redes. Anteontem pela manhã eu disse que estava em paz e tranquila com aquilo que eu falei. E realmente estou em paz e tranquila com aquilo que eu falei, porque eu não ofendi ninguém. A única coisa que eu fiz foi expor a minha opinião, como eu já vinha fazendo no programa", relembrou o ocorrido.

"Mas eu recebi mensagem dos meus adms dizendo que além de comentários ofensivos, eu venho recebendo ataques racistas e discursos de ódio. (...) Então, nesse lugar, os meus adms já estão acompanhando todos esses comentários e todo o jurídico está sendo acionado, porque isso é crime. Então se é crime, temos que levar para um outro lugar, sim", reforçou Jessi, que declarou não ler os comentários negativos, mas garantiu que as pessoas serão responsabilizadas. 

Comentários

Mais Lidas