Governo inclui CBTU no Programa Nacional de Desestatização

A Companhia Brasileira de Trens Urbanos (CBTU) é responsável pela operação do metrô do Recife

METRÔ
Governo inclui CBTU no Programa Nacional de Desestatização

A Companhia Brasileira de Trens Urbanos (CBTU) é responsável pela operação do metrô do Recife - Foto: Bobby Fabisak/ JC Imagem

O Governo Federal incluiu a Empresa Brasileira de Trens Urbanos de Porto Alegre (Trensurb) e a Companhia Brasileira de Trens Urbanos (CBTU), que opera no Recife, no Programa Nacional de Desestatização. A decisão atende a recomendações do Conselho do Programa de Parcerias de Investimentos (CPPI) e consta de decretos presidenciais publicados no Diário Oficial da União desta quarta-feira (4).

Além do Recife, a CBTU é responsável pela operação do metrô em Belo Horizonte, Maceió, João Pessoa e Natal.

Adalberto Ferreira, presidente do Sindicato dos Metroviários de Pernambuco, critica a medida. “Nós somos contra a privatização. Entendemos que nos países mais evoluídos o metrô é o transporte de massa e subsidiado totalmente pelos governos. Aqui no Brasil nós não podemos andar na contramão do mundo e da evolução”, afirmou.

Segundo ele, o metrô é o único sistema que pode melhorar a mobilidade urbana. “As privatizações trazem diversos problemas. Como, por exemplo, o metrô do Rio de Janeiro, o primeiro a ser privatizado. Hoje, por exemplo, ele transporta basicamente 50% dos usuários que transportava antes (...) A iniciativa privada não se interessou por diversos ramais onde eles entendiam que a demanda era pequena”, disse. “Não é dessa forma que temos que utilizar o sistema de metrô. O governo precisa investir mais”, completou.

Confira os detalhes na reportagem de Leonardo Baltar:

COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.