TRAGÉDIA

Moradores sofrem com falta d'água após deslizamento de barreira em Dois Unidos


O deslizamento da barreira deixou sete pessoas mortas, incluindo um bebê

Ísis Lima
Ísis Lima
Publicado em 10/01/2020 às 18:35
Tião Siqueira/TV Jornal
FOTO: Tião Siqueira/TV Jornal
Leitura:

Quinze dias se passaram desde que uma barreira deslizou, atingiu duas casas e deixou sete mortos no Córrego do Morcego, no bairro de Dois Unidos, na Zona Norte do Recife. No cenário da tragédia, famílias ainda sofrem com a falta de água e de respostas sobre a causa do deslizamento.

Humberto Ramos mora numa casa próxima do local onde houve o incidente e revela que não tem visto equipes trabalhando no local. “Passaram a semana frequente ao ocorrido, só que depois disso vem sendo esquecido e é raro ter pessoas aqui”, disse.

O morador ainda reclama que a água fornecida por carro pipa só tem chegado à vizinhança uma vez por semana e que a quantidade não é suficiente para suprir as necessidades básicas. “A gente depende de água para tudo e sem água é impossível”, reclamou.

Causas da tragédia

Moradores da Região afirmam que o deslizamento da barreira foi causado por conta do vazamento de um cano.

Em nota, a Secretaria de Infraestrutura e Recursos Hídricos informou que o laudo solicitado pelo governo ainda não foi concluído. O prazo era de 15 dias.

De acordo com a Polícia Civil, o laudo pelo Instituto de Criminalística, que vai nortear as investigações sobre a causa do deslizamento também está em curso. O prazo é de 30 dias.


Mais Lidas