Técnico e presidente do Afogados criticam árbitro da partida contra o Sport

Pedro Manta e João Nogueira não pouparam críticas sobre a atuação de César Leite

RECLAMAçãO
Técnico e presidente do Afogados criticam árbitro da partida contra o Sport

Pedro Manta reclama com a arbitragem na ida para o vestiário - Foto: Bobby Fabisak/JC Imagem

A partida entre Sport e Afogados, neste sábado (08), pelo Campeonato Pernambuco, gerou muita reclamação por parte da equipe sertaneja. O técnico Pedro Manta e o presidente João Nogueira criticaram a atuação do árbitro César Leite, na Ilha do Retiro, e acreditam que houve interferência da arbitragem na derrota por 4 x 0 da Coruja contra o Leão.

''Tem que acabar com esse tipo de política no futebol pernambucano. A gente está vivendo a era ancestral. Meu campeonato não é com o Sport. Rithely deu pancada o tempo todo e ele não deu uma cartão amarelo'', disse o treinador.

Ouça na íntegra

 

>>>Sport goleia o Afogados pelo Campeonato Pernambucano e volta a vencer depois de um mês<<<

>>>Nos pênaltis, Afogados vence Atlético Mineiro e está classificado na Copa do Brasil<<<

Críticas

A 'bronca' com a arbitragem começou na origem do lance que originou o primeiro pênalti para o Sport na partida. Os sertanejos afirmam que houve falta de Sander na jogada. Além da reclamação com o árbitro, o presidente do Afogados revelou ter questionado a Federação Pernambucana de Futebol sobre a escolha dos nomes para apitar os jogos.

''Eu reclamei com Murilo Falcão (diretor de competições da FPF). Por que a comissão de arbitragem muda o árbitro de uma hora para outra? Isso não existe, isso prejudica. O árbitro é péssimo'', afirmou João Nogueira.

COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.