Calendário de atualização cadastral

Calendário: usado no pagamento do auxílio emergencial, veja se você pode atualizar cadastro no Caixa Tem, neste domingo (14)


Para receber o novo auxílio emergencial e outros benefícios com segurança, em 2021, é recomendado realizar uma atualização no cadastro no Caixa Tem, segundo calendário divulgado pela Caixa Econômica Federal

Karina Costa Albuquerque Karina Costa Albuquerque
Karina Costa Albuquerque
Karina Costa Albuquerque
Publicado em 14/03/2021 às 15:38
Marcello Casal Jr/Agência Brasil
FOTO: Marcello Casal Jr/Agência Brasil
Leitura:

A Caixa Econômica Federal anunciou a lista de documentos e datas para atualização do cadastro na plataforma Caixa Tem, usada na realização dos pagamentos do auxílio emergencial, entre outros benefícios.

A atualização cadastral no Caixa Tem será feita de forma escalonada, segundo um calendário, às vésperas do retorno dos pagamentos do auxílio emergencial, para garantir a segurança do aplicativo e evitar fraudes.

>> Calendário: Pagamentos do auxílio emergencial 2021 podem começar na próxima semana; veja possíveis datas

>> Calendário do Bolsa Família, com 13º salário e possivelmente auxílio emergencial, começa na próxima semana; veja se recebe

>> Novo auxílio emergencial: Câmara dos Deputados conclui votação da PEC Emergencial; o que acontece agora?

Calendário de atualização

Os usuários podem atualizar o cadastro de acordo com a data de aniversário do beneficiário. A medida é uma tentativa de evitar diversos acessos simultâneos na plataforma.

As atualizações têm início neste fim de semana, a partir deste domingo (14), para os nascidos em janeiro.

Confira a agenda para atualizar o cadastro na Caixa Tem:

  • 14/03: nascidos em janeiro
  • 16/03: nascidos em fevereiro
  • 18/03: nascidos em março
  • 20/03: nascidos em abril
  • 22/03: nascidos em maio
  • 23/03: nascidos em junho
  • 24/03: nascidos em julho
  • 25/03: nascidos em agosto
  • 26/03: nascidos em setembro
  • 29/03: nascidos em outubro
  • 30/03: nascidos em novembro
  • 31/03: nascidos em dezembro

>> Passo a passo: Saiba como atualizar o cadastro no Caixa Tem para não perder o novo auxílio emergencial

>> Veja qual a documentação necessária para atualizar cadastro no novo auxílio

>> Novo auxílio emergencial terá 'regra do CPF'; saiba mais e veja como se cadastrar

>> Beneficiários devem atualizar cadastro no Caixa Tem para ter direito ao novo auxílio emergencial

Aplicativo Caixa Tem

Por meio do aplicativo Caixa Tem, milhões de brasileiros receberam o auxílio emergencial, o BEm (Benefício Emergencial, pago a quem teve o salário reduzido) e o abono salarial do PIS. Desde novembro, beneficiários do Bolsa Família também recebem o depósito na poupança digital.

>> Auxílio emergencial 2021 com valores de até R$ 375 é confirmado pelo ministro da Economia, Paulo Guedes

>> Calendário do auxílio emergencial 2021 para beneficiários do Bolsa Família: veja possíveis datas de pagamento em março e abril

>> Auxílio emergencial em 2021: valores de R$ 175, R$ 250 e R$ 375 podem aumentar?

>> Auxílio emergencial 2021: mães chefes de família vão receber valor em dobro de novo?

>> Veja como será o auxílio emergencial de R$ 175, R$ 250 e R$ 375 em 2021: parcelas, beneficiários, pagamento e outras respostas

Como atualizar

Para efetivar a atualização do cadastro no Caixa Tem, o usuário deve acessar a conversa “Atualize seu cadastro” no aplicativo e enviar a documentação solicitada: foto (selfie) e documentos pessoais (RG, CPF e comprovante de endereço). O envio é feito totalmente pelo celular, sem necessidade de ir até uma agência.

Documentos

A atualização cadastral foi estipulada pela Caixa Econômica Federal para aumentar a segurança dos usuários e evitar tentativas de fraudes. A atualização pode ser feita totalmente pelo celular.

Para atualizar o cadastro é necessário ter em mãos:

  • CNH ou RG
  • comprovante de residência
  • foto do beneficiário com um dos documentos

Poupança Social

A Caixa Econômica Federal abriu mais de 105 milhões de Contas Poupança Social Digital em 2020. De forma gratuita, o banco promoveu a inclusão social e financeira de 35 milhões de brasileiros que nunca tiveram contas em banco. A ampliação dos serviços e funcionalidades permite intensificar a inclusão financeira da população mais carente.

A Conta Poupança Social Digital foi aberta para o pagamento dos benefícios emergenciais que ajudaram a reduzir os impactos causados pela pandemia na economia brasileira. Desde o dia 22 de outubro de 2020, com a sanção pelo Presidente da República, Jair Bolsonaro, da Lei nº 14.075/2020, o uso da Conta Poupança Social Digital foi ampliado para o pagamento de diversos outros benefícios sociais e previdenciários.

Além do Auxílio Emergencial, a Poupança Social Digital também garantiu o pagamento do Saque Emergencial do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS) e o Benefício Emergencial de Preservação do Emprego e da Renda (BEm). Desde dezembro de 2020, os beneficiários do Programa Bolsa Família e do Abono Salarial PIS (Programa de Integração Social) também estão sendo contemplados com a Poupança Social Digital e começaram a poder contar com as facilidades do CAIXA Tem.

Mais de 120 milhões de pessoas – oito em cada 10 adultos no Brasil – foram beneficiados pelos pagamentos realizados pela CAIXA. Já foram 612,4 milhões de pagamentos realizados em um total de R$ 351,8 bilhões. O CAIXA Tem foi o App mais baixado do Brasil em 2020, com 303,8 milhões de downloads.


Mais Lidas