Pandemia do novo coronavírus

Samantha Schmütz esclarece que morte de Paulo Gustavo se deve à falta de vacina, após Gabriela Pugliesi dizer que foi vontade de Deus


De acordo com diversas pesquisas, vacinas contra a covid-19 evitam evolução de formas graves da doença e impedem mortes

Gabriel dos Santos Araujo Dias
Gabriel dos Santos Araujo Dias
Publicado em 12/05/2021 às 13:42
Reprodução Globo/João Cotta
FOTO: Reprodução Globo/João Cotta
Leitura:

A atriz Samantha Schmütz esclareceu que a morte do ator Paulo Gustavo, aos 42 anos, vítima da covid-19 se deveu à falta de vacina. Pesquisas demonstram que as vacinas disponíveis no mercado diminuem drasticamente os riscos de complicações por infecção pelo novo coronavírus e impedem mortes. No Brasil, no entanto, há lentidão no processo de vacinação, e menos de 18% da população recebeu a primeira dose do imunizante.

Samantha fez o esclarecimento nos comentários de uma publicação da blogueira Gabriela Pugliesi. A influencer havia escrito: “Se essa foi a vontade de Deus, o que me resta é te guardar no lugar mais especial e alegre do meu coração. (…) O mundo não tem espaço pra você. Talvez o céu tenha!”.

Nos comentários, Samantha explicou: “Não foi a vontade de Deus não, foi falta de vacina!”. O comentário da humorista conta com mais de 1.300 curtidas.

Morte de Paulo Gustavo

Paulo Gustavo morreu no último dia 4, após ficar internado desde 13 de março em um hospital particular do Rio de Janeiro. O corpo foi cremado na quinta-feira seguinte e, na última terça (11), a família rezou a missa de 7º dia pela alma do comediante. Paulo deixou esposo, dois filhos, mãe, pai e vários amigos e fãs.


Mais Lidas