Serial killer de Brasília

Lázaro Barbosa não dá sinais de que vai se render e continua atirando


De acordo com o secretário de Segurança Pública de Goiás descreveu Lázaro como "perigosíssimo".

Gabriel dos Santos Araujo Dias
Gabriel dos Santos Araujo Dias
Publicado em 18/06/2021 às 8:03
SBT/ TV Serra Dourada
FOTO: SBT/ TV Serra Dourada
Leitura:

Mesmo após 10 dias de intensa fuga, Lázaro Barbosa, de 32 anos, não parece dar sinais de que vá se entregar para a polícia. No final dessa quinta-feira (17), houve nova troca de tiros, mas sem qualquer rendição. Ainda não se sabe o que motiva Lázaro a seguir cometendo tantos crimes.

"Os policiais visualizaram ele [Lázaro] e revidaram. Ele entrou em uma vala, uma depressão, na água e os policiais perderam o rastro dele ali, mas nós estávamos com muitas equipes lá. A nossa inteligência aponta que ele está naquela região. O terreno é muito acidentado e difícil, e como ele é perigosíssimo, está armado e continua atirando, nós esperamos amanhecer para fazer uma nova incursão", disse o secretário se Segurança Pública de Goiás, Rodney Miranda, em entrevista coletiva perto das 22h da quinta-feira (17), explicando o último embate entre os policiais e Lázaro Barbosa.

Antes, a polícia já havia dito que Lázaro estava cansado, acuado e com fome. Mas, aparentemente, Lázaro ainda tem forças para resistir.

>>> Veja como será operação nesta sexta-feira (18).

>>> E MAIS: Quem é Lázaro Barbosa de Sousa?

Sangue

De acordo com Rodney, policiais encontraram um pano manchado com sangue nas proximidades de onde aconteceu o tiroteio dessa quinta-feira (17). Isso pode indicar que Lázaro pode ter sido atingido e esteja tentando estancar o ferimento. Naturalmente, não é possível confirmar ainda se o sangue era de Lázaro e, se for, se o criminoso está gravemente ferido.

Onde as buscas acontecem?

Lázaro foi visto em Girassol, um distrito de Goiás, nas proximidades de onde os policiais se concentram. A força-tarefa faz as buscas em uma área de 10 km, entre as cidades de Edilândia e Cocalzinho de Goiás. Cerca de 200 policiais, cães, helicópteros e até drones buscam por Lázaro, que esconde, prioritariamente, na mata fechada.


Mais Lidas