A Menina que Matou os Pais: veja como está Suzane von Richthofen, 19 anos após tramar assassinato dos pais

Caso Richthofen voltou à tona esta semana, após lançamento de filmes que retratam o crime contra os pais de Suzane

CRIME CHOCANTE
A Menina que Matou os Pais: veja como está Suzane von Richthofen, 19 anos após tramar assassinato dos pais

Suzane von Richthofen - Foto: Reprodução

Atualmente com 37 anos de idade, Suzane von Richthofen nunca foi plenamente esquecida pela sociedade desde 2002, quando tramou e participou dos assassinatos contra os próprios país, o engenhrio Manfred, de 49 anos, e a médica psiquiatra Marísia, 50 anos. Agora, o nome dela volta à cena nacional, com o lançamento de dois filmes que retratam o terrível e histórico crime. "A menina que matou os pais" e "O menino que matou meus pais" foram lançados na semana passada e contam as versões dos criminosos. Como estará Suzane em 2021? (Clique aqui se quiser ver também como está Daniel Cravinhos hoje em dia)

Loira, com rosto angelical, voz mansa e estudante de Direito da Pontifícia Universidade Católica (PUC). Quem via Suzane aos 18 anos chorando no sepultamento dos pais não podia imaginar que ela própria era a responsável por tamanha brutalidade. De acordo com os investigadores, ao lado do namorado Daniel Cravinhos, Suzane tramou o assassinato dos pais, que foi colocado em prática em 31 de outubro de 2002. O objetivo era um só: a busca por dinheiro. O crime foi cometido por Daniel e pelo irmão dele, Christian. Os dois mataram os pais de Suzane dentro da casa da família, em um bairro nobre de São Paulo. À Justiça, Suzane disse que foi induzida pelo namorado a cometer o crime.

>>> Suzane von Richthofen quase foi assassinada pelo PCC dentro da cadeia, relata livro; entenda motivos

>>> LEIA MAIS: Confira como está Daniel Cravinhos hoje em dia.

@jc_pe

Dois filmes que contam a mesma história. Qual devo assistir primeiro? Vem ver o que a produção sugere! ##filme ##amazon

Criminal (Instrumental) - The Young Ebenezers

Como Suzane está hoje?

Suzane está presa em Tremembé, São Paulo. Ela foi condenada a 39 anos de prisão. Depois, a pena foi reduzida para 34 anos e 9 meses. Presa desde 2004, Suzane progrediu para o semiaberto em 2015. Na semana passada, inclusive, recebeu a permissão para uma saidinha temporária ao lado de outras criminosas famosas como Ana Carolina Jatobá (Caso Isabella Nardoni) e Elize Matsunaga (Caso Yoki). 

Suzane Von Richthofen participou do assassinato dos pais, em 2001
Suzane Von Richthofen participou do assassinato dos pais, em 2001
Reprodução/TV Vanguarda

Bom comportamento

Dentro da cadeia, Suzane é conhecida por ter bom comportamento. Apesar disso, em 2013, 2015, 2017 e 2018, exames psicológicos diagnosticaram que a moça tem personalidade limítrofe e com características narcisistas. Na prisão, já teve um relacionamento homoafetivo com outra detenta, conhecida como Sandrão.

>>> Confira aqui o que é verdade e o que é mentira no filme de Suzane von Richthofen

>>> Na cadeia, Cristian Cravinhos teve relacionamento homoafetivo.

Depois, conheceu o serralheiro Rogério Olberg com quem se relacionou. Ela terminou o relacionamento em março de 2020, mas segue próxima à família Olberg. A ideia dela e do ex-namorado é lançar uma autobiografia. Os lucros serão divididos entre eles. 

De acordo com o portal Metrópoles, os Olberg teriam interesse em manter um negócio com ajuda do dinheiro que Suzane pode receber como herança de uma avó. 

Faculdade

Neste mês de setembro, a Justiça autorizou Suzane a cursar a faculdade de farmácia, fora da penitenciária, em uma instituição de ensino superior de Taubaté, em SP. Ela fica, assim, autorizada a sair sempre às 17h e deve voltar até 23h55. As aulas começaram na última quarta-feira (29 de setembro).

Suzane von Richthofen deixa a prisão para 'saidinha'
Suzane von Richthofen deixando a prisão em outra 'saidinha'
Reprodução/NE10 Interior

Ameaça do PCC

De acordo com reportagem da revista Veja, a biografia não autorizada "Suzane: Assassina e Manipuladora", Suzane chegou a ser ameaçada pelo PCC. Inteligente, a jovem teria jogado charme para o médico da prisão que, apesar de não ceder aos encantos da mulher, alertou Suzane, que conseguiu evitar de ser morta. Ainda de acordo com o livro, Suzane conseguia com que outras presas limpassem sua cela e arrumassem seu cabelo. 

Filmes

Os filmes A menina que matou os pais e O menino que matou meus pais estão disponíveis na Amazon Prime. O primeiro narra a versão de Daniel Cravinhos para o crime. Já o segundo conta a versão de Suzane. A ideia do diretor Maurício Eça que o público decida em qual dos lados acreditar. 

Farsa em entrevista

Em 2006, pouco antes do julgamento, Suzane estava em liberdade temporária, quando concedeu entrevista à TV Globo. Reportagem do Fantástico mostrou que a equipe de advogados de Suzane pretendiam apresentar uma farsa, pedindo para que ela mentisse e colocasse a culpa de tudo em Daniel Cravinhos. Veja a entrevista clicando aqui

Suzane von Richthofen concedeu entrevista à TV Globo, mas reportagem provou farsa
Suzane von Richthofen concedeu entrevista à TV Globo, mas reportagem provou farsa
Reprodução/TV Globo

COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.