ENERGIA

Vai ter racionamento de energia em 2021? Veja o que diz o ministro de Minas e Energia

Crise hídrica do Brasil tem deixado o país em alerta com relação à necessidade de adotar um esquema de racionamento de energia

Da Agência Brasil
Da Agência Brasil
Publicado em 14/10/2021 às 14:28
Fernando Frazão/ Agência Brasil
FOTO: Fernando Frazão/ Agência Brasil
Leitura:

Durante a abertura da 40ª edição do Encontro Nacional de Comércio Exterior (ENAEX) 2021, promovido pela Associação de Comércio Exterior do Brasil (AEB), nesta quinta-feira (14), o ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque, falou sobre o risco de o país enfrentar um racionamento de energia.

Albuquerque reiterou que o país não corre risco de racionamento de energia devido à grave crise hídrica. Segundo ele, desde o ano passado, o governo tem monitorado a situação e tomado as medidas necessárias para garantir o abastecimento de energia.

>> Vai ter apagão em 2021? Quais foram os maiores blecautes do Brasil?

>> Como evitar apagão no Brasil? Ex-ministro de Minas e Energia diz que governo precisa 'dar a cara à tapa' e reconhecer gravidade

>> Quanto custa a telha solar em concreto da Eternit? Conheça o 1º produto do tipo a ser vendido no Brasil

“É importante destacar que estamos vencendo a batalha, ou seja, com base nas mais recentes projeções apresentadas no Comitê de Monitoramento do Setor Elétrico, não trabalhamos com a hipótese de racionamento tendo em vista todas as medidas que estão sendo tomadas desde outubro de 2020”, disse o ministro.

Sucesso em leilões

Bento Albuquerque destacou “o sucesso” em todos os 11 leilões realizados, sendo oito de geração e três de transmissão de energia. “Somente nos últimos certames, foram investidos R$ 40 bilhões, resultando em uma expansão bastante expressiva, em torno de 13% na geração e 15% na transmissão, fundamental neste momento esse período de escassez hídrica”, acrescentou.

Mais Lidas