Celebridades

VÍDEO: Caetano Veloso, que é ateu, tem dois filhos evangélicos e fala sobre relação com eles

Em entrevista a Nelson Motta, Caetano Veloso diz como convive com diferenças religiosas dentro de casa

Gabriel dos Santos Araujo Dias
Gabriel dos Santos Araujo Dias
Publicado em 05/11/2021 às 9:39
Reprodução/Internet
FOTO: Reprodução/Internet
Leitura:

Um dos maiores cantores da história do Brasil, Caetano Veloso abriu o coração em uma entrevista ainda inédita concedida a Nelson Motta. Na conversa, que será publicada em 10 de novembro na Amazon Music e no YouTube, Caetano reflete sobre como é ser ateu e conviver com dois filhos evangélicos.

"O convívio é muito bom em todos os campos. E nesse campo, como você falou, aprendemos mais com os filhos do que eles conosco. Então, nesse retrato aparentemente de exaltação que o Brasil ganhou de mim no 'Meu Coco', tem um momento falando do povo brasileiro eu digo: 'católicos de axé e neopentecostais'", refletiu Caetano, em trecho da conversa divulgada pela Amazon.

Assista trecho da entrevista de Caetano Veloso a Nelson Motta

Caetano também disse quando decidiu ser pai. "Eu tinha certeza de que eu não queria ter filhos. Meu desejo mudou quando eu tinha 28 anos, em Londres. Eu tinha pena dos meus amigos que tinham filho. Quando Moreno, meu primeiro filho, nasceu, foi a coisa mais importante que aconteceu na minha vida adulta", lembrou.

Política

"Eu sou mais para filosofia. Mas a política me interessa como manifestação da movimentação da sociedade e da mente coletiva. Então, eu levo isso em conta; e fui levando mais e mais ao longo da vida. Meu pai me ensinou isso desde muito cedo. O que é curioso, porque ele nunca me ensinou sobre dinheiro, sobre como gastá-lo. Mas sobre ter uma perspectiva sobre política, sim. Acho que eu tinha 7 ou 8 anos quando aprendi a primeira lição. Meu pai era muito equilibrado; então a política tem essa importância para mim", comentou.

Mais Lidas