Conflito

GUERRA RÚSSIA E UCRÂNIA: Secretário de Estado dos EUA declara apoio à Ucrânia em reunião com chanceler; veja últimas notícias


Chanceler da Ucrânia pediu aviões, armas e sistema de defesa antiaérea aos Estados Unidos; veja últimas notícias da guerra entre Rússia e Ucrânia

Humberto Cassimiro
Humberto Cassimiro
Publicado em 05/03/2022 às 17:21
Notícia
AFP
Guerra na Ucrânia já deixou milhares de mortos e feridos, além de milhões de refugiados - FOTO: AFP
Leitura:

Em meio à guerra entre Rússia e Ucrânia, o secretário de Estado norte-americano, Antony Blinken se encontrou neste sábado (5) com o chefe da diplomacia ucraniana, Dmytro Kuleba.

O encontro aconteceu na fronteira entre Ucrânia e Polônia, caminho por onde milhares de refugiados continuam passando desde que a guerra teve início no dia 24 de fevereiro [veja por que a Rússia está em guerra com a Ucrânia no fim da matéria].

A Rússia havia anunciado um cessar-fogo na manhã deste sábado para a retirada de civis do território ucraniano por um corredor humanitário.

As ofensivas das tropas russas, no entanto, voltaram às 18h no horário local (12h no horário de Brasília).

.

Chanceler da Ucrânia pede armas aos Estados Unidos

Na reunião, que durou 45 minutos, o secretário de Estado dos EUA, Antony Blinken, conversou com o chanceler da Ucrânia, Dmytro Kuleba, sobre o envio de armas.

O encontro aconteceu sob forte esquema de segurança. Blinken declarou apoio à Ucrânia afirmando que o país europeu "prevalecerá".

.

OLIVIER DOULIERY / Pool / AFP
Secretário de Estado dos EUA se reuniu com chanceler da Ucrânia neste sábado (5) em meio à invasão da Rússia ao território ucraniano - OLIVIER DOULIERY / Pool / AFP

O diplomata ucraniano, por sua vez, pediu o envio de armas, aviões de assalto e sistema de defesa antiaéreo aos Estados Unidos.

Segundo Kuleba, os sistemas de defesa antiaérea são necessários "para garantir a segurança de nossos céus". Ele acrescentou dizendo que "haverá muito mais sangue no solo" se os ucranianos perderem o controle do espaço aéreo.

Congresso dos EUA promete US$ 10 bilhões à Ucrânia

Nos Estados Unidos, integrantes do Congresso prometeram o desbloqueio de 10 bilhões de dólares em ajuda à Ucrânia.

Metade do dinheiro seria destinado a ajuda militar ao país do Leste Europeu e o restante seria utilizado em ajudas no âmbito econômico e humanitário.

Por que a Rússia está em guerra com a Ucrânia?

Pergunta frequente entre os internautas, muitos querem saber o motivo da guerra entre Rússia e Ucrânia.

Em resumo, o motivo da guerra entre os dois países é o fato do presidente russo Vladimir Putin considerar a entrada da Ucrânia na OTAN uma ameaça existencial à Rússia.

Desde o fim da União Soviética, bloco que incluía ambos os países europeus, a Ucrânia desejava ingressar na aliança militar e política conhecida como Organização do Tratado do Atlântico Norte (OTAN).

Putin considera a possibilidade da Ucrânia entrar na aliança como um "ato hostil" do país. Além disso, o presidente Russo deseja "desmilitarizar e desnazificar" a Ucrânia. Assista ao vídeo e confira por que a Rússia está em guerra com a Ucrânia:

Com informações da AFP

Comentários


Mais Lidas