VARÍOLA DOS MACACOS

Como começa a varíola do macaco? Entenda detalhes da transmissão e sintomas da doença

A Varíola dos macacos já atingiu cerca de 16 mil pessoas ao redor do mundo

Vitória Floro
Vitória Floro
Publicado em 26/07/2022 às 11:06
Notícia
NE10
Brasil negocia compra de vacina contra varíola dos macacos - FOTO: NE10
Leitura:

No fim da última semana, em 23 de julho, a Organização Mundial da Saúde (OMS) classificou a doença conhecida como varíola dos macacos como uma emergência global de saúde. A enfermidade já atingiu cerca de 16 mil pessoas, espalhadas por 74 países.

No Brasil, mais de 600 casos foram detectados até o momento. Os dados foram reunidos pelo Our World In Data. e pelo Centro de Controle e Prevenção de Doenças (CDC) dos Estados Unidos.

A doença é uma infecção causada por um vírus que normalmente se manifesta de forma leve. Os principais sintomas são febre, dor e aparecimento de lesões e feridas em regiões específicas do corpo.

.

Como começa a varíola do macaco?

O vírus monkeypox, responsável pela doença, pertence à mesma família do vírus da varíola humana. A transmissão acontece quando alguém tem contato com as lesões de pele, as secreções respiratórias ou os objetos usados por uma pessoa que está infectada.

Até o momento, a doença não foi oficialmente classificada como uma infecção sexualmente transmissível, mas ela pode ser passada durante a relação sexual pela proximidade e o contato pele a pele entre as pessoas envolvidas.

Ao contrair a varíola dos macacos é comum sentir os seguintes sintomas:

  • Febre;
  • Dor de cabeça forte;
  • Inchaço nos linfonodos (conhecido popularmente como "íngua");
  • Dor nas costas;
  • Dores musculares;
  • Falta de energia intensa.

As feridas costumam aparecer no rosto e nas extremidades do corpo, geralmente depois de um ou três dias depois do início da febre.

Palma das mãos, sola dos pés, mucosa da boca, genitais e os olhos podem ser outras áreas afetadas pelas lesões.

Elas surgem como feridas planas e, com o passar do tempo, formam pequenas bolhas com líquido dentro. Depois, costumam ganhar uma casca. Mas, o paciente pode enfrentar apenas uma vermelhidão na pele que se assemelha a uma irritação.

Comentários

Mais Lidas