CASO DANIELLA PEREZ

CASO DANIELLA PEREZ: Guilherme de Pádua revela que não sabia de série da HBO Max

Série documental relata o caso do ponto de vista da família e amigos da vítima

Vitória Silva
Vitória Silva
Publicado em 25/07/2022 às 8:34 | Atualizado em 25/07/2022 às 9:57
Notícia
Reprodução/ YouTube
Guilherme de Pádua em seu canal no YouTube - FOTO: Reprodução/ YouTube
Leitura:

O ex-ator Guilherme de Pádua, condenado pelo assassinato da atriz Daniella Perez, se pronunciou em um vídeo no seu canal do Youtube sobre o documentário Pacto Brutal, produção da HBO Max que fala sobre o caso envolvendo a morte da atriz.

Pádua declarou que soube da série de surpresa, pela imprensa, e que não foi procurado pela produção para dar o seu depoimento.

"Surgiu a notícia de que eu teria bloqueado minhas redes sociais por saber deste seriado. Isso não é verdade, porque em maio de 2020, quando saí, ainda não sabia desse seriado. Alguém aí tinha notícia? Eu fiquei sabendo há seis meses, de surpresa, não fui procurado", esclareceu o hoje pastor evangélico em Belo Horizonte.

De acordo com entrevista realizada pelo portal Notícias da TV, a escolha de não trazer Pádua e Paula Thomaz, assassinos confessos, para o documentário, foi uma decisão da direção da produção. 

.

"A decisão de não falar com o Guilherme veio da gente como documentaristas. A gente achou que, ao longo dos anos, eles já tiveram muitas plataformas na mídia pra falar as versões deles. Versões que, quando chegaram no julgamento, eles não conseguiram provar. A gente achou que não deveria dar essa plataforma pra ele nesse momento. Já a Gloria [Perez, mãe de Daniella] não tinha tido chance de contar essa historia de maneira completa", afirmou Guto Barra, um dos diretores.

No vídeo publicado por Pádua, no seu canal do Youtube que conta com apenas 2,7 mil inscritos, ele afirmou que decidiu abandonar as redes sociais por motivos que não envolviam o lançamento da série documental da HBO.

"Naquele tempo, estávamos no auge da pandemia. E, naquele tempo, parece que o debate estava interditado. A animosidade estava grande, e a minha vida envolve várias dificuldades de comunicação. Por isso, esse pastor me disse isso. As redes sociais são muito úteis para mim, e a imprensa nunca me deu voz, porque um lado sempre me persegue --e com toda a razão, eu entendo. Se eu estivesse no lugar delas, eu faria isso também. Mas, já que eu sou eu, preciso me defender. E a redes sociais são úteis para isso", falou Pádua.

CONFIRA O TRAILER DE PACTO BRUTAL: O ASSASSINATO DE DANIELLA PEREZ

Comentários

Mais Lidas